Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Economia

O sistema é seguro e as regras para utilização do valor devolvido variam de acordo com cada instituição (Foto: Reprodução)
O sistema é seguro e as regras para utilização do valor devolvido variam de acordo com cada instituição (Foto: Reprodução)

Se você está entre os milhões de brasileiros que fazem ou passaram fazer compras pela internet durante a pandemia, certamente já ouviu ou leu o termo "cashback" e talvez já tenha se perguntado o que é e se é seguro usar o recurso.

O cashback não é exatamente uma novidade no mercado brasileiro, mas, com o impacto positivo da pandemia de Covid-19 na economia e no modelo de vendas online, o termo passou a fazer parte do dia-a-dia dos consumidores.

Dados de pesquisas publicadas pela BBC News indicam que 7 milhões de brasileiros fizeram a sua primeira compra online nos primeiros meses da pandemia, o que representou uma alta no faturamento do setor maior que nos últimos 20 anos.

Com esse volume de operações, é natural que o mercado use diversos meios para atrair e fisgar o consumidor. O cashback é mais um deles.

É seguro, mas...


Cashback significa dinheiro de volta: ao finalizar uma compra, o consumidor tem parte do valor devolvido em uma carteira digital ou diretamente em sua conta bancária, dependendo do meio utilizado para pagamento.

Atualmente, o cashback é oferecido tanto por aplicativos especializados quanto por bancos. Em geral, o valor do cashback varia entre 5% e 10%, podendo ser menor ou muito maior, este último, no caso de ações promocionais de grande impacto

O sistema é seguro e as regras para utilização do valor devolvido variam de acordo com cada instituição, mas, antes de sair comprando só porque está recebendo dinheiro de volta é preciso ter alguns cuidados.

Cuidados importantes

O primeiro é ler as regras de utilização do recurso. Em alguns casos é possível transferir o valor do cashback para a conta bancária e usar livremente. Em outros não. Fique atento para ter certeza que você realmente vai se beneficiar do valor devolvido.

Outro cuidado é uma regra já conhecida de compras: pesquise o preço do produto e faça as contas. Mesmo com o cashback, é possível que o mesmo produto ou serviço esteja sendo oferecido por um preço muito maior que em sites sem a suposta vantagem. Nesse caso, você poder perder dinheiro ao invés de ganhar.

Brasa na sardinha de quem?


O último cuidado a se ter com o cashback talvez seja o mais importante. Mais que uma vantagem, ele é uma ferramenta de marketing, construída a partir de conhecimentos de neurociência: o cérebro humano adora uma recompensa e a ideia de receber dinheiro de volta é um forte atrativo para te fazer comprar até mesmo coisas que você não precisa.

Para quem já é consumista ou não mantém as contas tão bem organizadas, o tal dinheiro de volta pode se transformar numa dor de cabeça.

Então, antes de comprar pare e pense qual é a real necessidade de adquirir aquele bem. E lembre: o dinheiro que você vai usar na compra é sempre muito maior que o prêmio de recompensa.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br