Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Bahia

Em 2020, a Bahia ficou entre as 21 unidades federadas que registraram casos da doença (Foto: Reprodução)
Em 2020, a Bahia ficou entre as 21 unidades federadas que registraram casos da doença (Foto: Reprodução)

O exame diagnóstico para Sarampo foi solicitado, este ano, por 35 municípios baianos, conforme boletim epidemiológico do Ministério da Saúde. O documento reúne dados até abril e indica que a Bahia está entre os estados que mais solicitam exames, junto ao Amapá, Pará, a São Paulo e ao Rio de Janeiro, que somam 82,24% dos exames totais realizados no país.

Em 2020, a Bahia ficou entre as 21 unidades federadas que registraram casos da doença. E dos 417 municípios baianos, 82 solicitaram sorologia e biologia molecular para diagnóstico de Sarampo e a Bahia chegou a dezembro com sete casos confirmados.

O Brasil, que em 2016 recebeu certificação da eliminação do vírus, registrou, 16.611 ocorrências suspeitas da infecção. Em 2019, após um ano de circulação do vírus, o país perdeu a certificação de “país livre do vírus do sarampo”, dando início a novos surtos, com a confirmação de 20.901 casos da doença.

Neste ano, até o mês de abril, 416 casos de Sarampo foram confirmados no Brasil. Foram notificados 981 casos suspeitos e 42,4% tiveram diagnóstico positivo, ressalta o boletim do Ministério da Saúde. Os dados revelam que as crianças menores de um ano de idade apresentam o maior número de casos confirmados (148) com maior ocorrência no sexo feminino (54,7%).

Autoridades da área da Saúde estão em alerta quanto ao Sarampo. Um problema que já vinha sendo percebido há alguns anos foi agravado pela pandemia da Covid-19: a baixa adesão à vacinação. No fim do ano passado, dados parciais da Secretaria da Saúde do Estado (SESAB) mostraram que, há um mês do término de 2020, apenas 55% da população que deveria ser vacinada contra a doença compareceu aos postos e recebeu o imunizante .

A última vez que a Bahia atingiu a meta de vacinação, de 95% da população, foi em 2014. De lá para cá o Estado tem se esforçado, mas segue sem conseguir vacinar o número considerado ideal, admitiu a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). A vacina contra o sarampo é segura e está disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) e faz parte do Programa Nacional de Imunização (PNI).

Sobre a doença - O Sarampo é uma doença viral, infecciosa aguda, transmissível e extremamente contagiosa. É grave, principalmente em crianças menores de cinco anos de idade, pessoas desnutridas e imunodeprimidas.

Em 2019, o sarampo matou mais de 207 mil pessoas no mundo. O número representa um crescimento de 50% em quatro anos, conforme dados do relatório divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), em conjunto com os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos Estados Unidos.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br