Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Nacional

Demorou, mas a ficha caiu. Beppe Sala pediu desculpas ao vivo no sábado passado, 22 de março, em um dos programas mais assistidos do país. Disse, sobre suas declarações equivocadas: 'naquele momento ninguém havia entendido a agressividade do vírus'. Foto: Reprodução
Demorou, mas a ficha caiu. Beppe Sala pediu desculpas ao vivo no sábado passado, 22 de março, em um dos programas mais assistidos do país. Disse, sobre suas declarações equivocadas: 'naquele momento ninguém havia entendido a agressividade do vírus'. Foto: Reprodução

No dia 27 de fevereiro (que parece século passado), quando a Itália ainda tinha poucos casos confirmados de coronavírus, o prefeito de Milão divulgou em suas redes um vídeo da campanha Milano non si ferma (Milão não para). Em inglês, para atingir sobretudo os turistas que àquela altura já estavam cancelando suas férias na península por causa da epidemia.

Dois dias antes, o prefeito gravara um vídeo garantindo a data de estreia de uma das maiores feiras de móveis do mundo, um evento tradicional na cidade: 16 de junho.

O Twitter de Giuseppe "Beppe" Sala – um empresário filiado ao Partido Democrático e conhecido como Mr. Expo por ter sido presidente da bem sucedida Exposição Universal de 2015 – é uma espécie de diário de crise direto de um bunker.

No dia 4 de março (quando a Lombardia, região da qual Milão é a capital, já tinha 1.820 casos e quase 73 mortes), ele tuitou:

É claro que o #Covid_19 transformará alguns comportamentos na nossa sociedade, mas viver trancado não é a solução. Vamos encontrar uma via intermediária pra conter a difusão do vírus e andar pra frente.

No mesmo dia, postou ainda uma pergunta retórica:

Sou muito otimista? Não, é fundamental.

No dia 5 de março, (2,2 mil casos, 98 mortos), ele gravou um vídeo culpando a imprensa por reportar a situação de modo exagerado, e chamou os turistas para voltarem à região.

Beppe Sala, um moderado de centro-esquerda, estava muito mal acompanhado. Como lembraram alguns eleitores em respostas a seus tuítes, Giorgia Meloni, ex-ministra de Silvio Berlusconi, gravara um vídeo também em inglês em frente ao Coliseu culpando, claro, a imprensa, e “mostrando” que o local estava cheio de turistas. Segundo ela, o que estava na boca dos jornalistas não refletia a realidade.

Em outra resposta enviada por um eleitor, Matteo Salvini – o político de extrema-direita mais popular do país e que Bolsonaro segue no Twitter – conclamava em vídeo para “reabrir tudo aquilo que se pode: fábricas, comércio, museus, bares, discotecas…”.

Demorou, mas a ficha caiu. Beppe Sala pediu desculpas ao vivo no sábado passado, 22 de março, em um dos programas mais assistidos do país. Disse, sobre suas declarações equivocadas: 'naquele momento ninguém havia entendido a agressividade do vírus'.

Vendo em perspectiva, hoje, Sala parece um político prudente diante de Jair Bolsonaro. Apesar de seus erros, o prefeito de Milão não negou jamais o perigo da doença, em momento algum endossou aventuras homicidas, não desdenhou do poder do contágio, da letalidade e do caos social que fatalmente virá quando todos voltarem às ruas mais cedo do que recomenda quem entende do assunto – os médicos, e não os políticos populistas e suas claques.

Sala olhou para a China, viu o futuro da Itália e não acreditou. Ontem, um mês depois dos tuítes desastrosos e das decisões que serão julgadas pela história, o país tinha 9 mil mortos, a imensa maioria na Lombardia, onde fica Milão. O crematório da cidade anunciou nesta semana que não aceita mais corpos que não sejam de cidadãos residentes. Uma das principais capitais da Europa não sabe mais o que fazer com os mortos. Em Bréscia, distante pouco mais de uma hora de carro, os coveiros não conseguem mais cavar tantas covas.

Até a semana passada, o Brasil tinha feito apenas 46 mil testes. Essa estatística sumiu, está sendo escondida pelo governo federal. Eu perguntei pra muita gente, ninguém sabe de nada. Ando recebendo relatos de pessoas que chegam aos hospitais com sintomas de covid-19 e simplesmente são mandadas embora sem nenhum exame. Na Itália, só ontem, foram feitos 36 mil testes (de um total de 394 mil até agora). Na média, a cada cinco testes feitos por lá, um é positivo.

No Brasil, em meio a uma explosão de internações por problemas respiratórios graves; sob a suspeita de que nove em cada dez casos não são detectados; e diante de uma estimativa do presidente do hospital Albert Einstein (onde Bolsonaro fez seu exame de covid-19, nunca divulgado) de que existem 15 casos não rastreados para cada paciente notificado, uma coisa é certa: não temos a menor ideia do tamanho da nossa epidemia.

A repórter Ana Clara Costa noticiou: “No dia em que 19 pessoas foram enterradas em apenas um cemitério de SP com diagnóstico suspeito ou confirmado de coronavírus, o Ministério da Saúde anunciava doze novas mortes no país inteiro. Essa discrepância nos dados vem da subnotificação.”

Entenderam?

Foram 19 corpos suspeitos ou confirmados em apenas um cemitério em SP, em apenas um dia. A estatística oficial de mortes por Covid-19 EM TODO O BRASIL, naquele mesmo dia, divulgada pelo governo: 12 mortes. É a construção mais clara de uma farsa mortal na cara de todo mundo.

Esse apagão de dados é incompetência, falta de kits de testes, fraude histórica para acusar cientistas de disseminação de pânico ou tudo isso junto? Nós ainda não sabemos. Mas vamos descobrir.

Veja também:

Sobe para 4.256 casos confirmados e para 136 o número de mortos pelo coronavírus no Brasil

Morte de jovem de 16 anos por coronavírus comove a França

Vídeo - Policiais dançam música infantil para divertir povo em isolamento

STJ concede regime domiciliar a todos os presos por pensão alimentícia

Vídeo - Em rede nacional, Bolsonaro critica fechamento de escolas e comércio e compara coronavírus a ‘resfriadinho’

Jovem com suspeita de coronavírus no AP deixa isolamento para visitar os avós de 90 anos

STF suspende cortes no Bolsa Família após pedido de governadores do Nordeste

Coronavírus: Bahia já tem 63 casos confirmados de Covid-19

Hospitais Couto Maia e Ernesto Simões Filho passam a atender exclusivamente pacientes de coronavírus a partir desta segunda

Após críticas, Bolsonaro revoga trecho de MP 927 que permitia suspensão de trabalho por 4 meses

Vídeo de paciente acometido por Coronavírus, assusta e deve fazer repensar quem negligencia cuidados

Elinaldo decreta fechamento do comércio; aberto somente mercados e farmácias à partir desta segunda, 23

Vídeo - Camaçari registra primeiro caso de coronavírus e Bahia chega a 34 infectados

Enfermeiro fotografa impacto do coronavírus nos hospitais da Itália: 'Morrer sozinho é horrível'

Governo corta 158 mil do Bolsa Família em meio a covid-19; 61% são do Nordeste

Já são 22 os infectados que viajaram com Bolsonaro aos EUA

Mesmo em período de isolamento por causa do coronavírus, idosos formam grande fila em posto de saúde de Salvador

Ford suspenderá produção no complexo de Camaçari

Coronavírus: Contran amplia validade da CNH e de outros serviços

“Não temos um governo”, diz Lula sobre comportamento de Bolsonaro em meio a pandemia

Homem é preso por vender álcool em gel falsificado na feira de Camaçari

Infectado com coronavírus, apresentador do JN respira com ajuda de aparelhos

Bahia já tem primeiro São João cancelado por causa do coronavírus

Câmara aprova decreto de calamidade pública por conta do coronavírus

Maia se desculpa com a China por "palavras irrefletidas" de Eduardo Bolsonaro

Coronavírus: governo decreta situação de emergência em toda a Bahia

General Heleno testa positivo para coronavírus

China autoriza teste em humanos de vacina contra o coronavírus

Governo suspende aulas de todas as escolas da Bahia e proíbe transporte intermunicipal

Pandemia de coronavírus leva IBGE a adiar o Censo 2020 para 2021

Hospital Albert Einstein não consegue mais atender demanda do coronavírus

Vídeo - “Se eu me contaminei, ninguém tem nada a ver com isso”, diz Bolsonaro sobre coronavírus

Após participar de atos, Bolsonaro faz novo teste do coronavírus

Rede SineBahia suspende atendimento externo ao público

Isolamento e distanciamento social por causa do coronavírus: saiba quando e como fazer

Bahia vai processar empresário que contaminou 10ª vítima de coronavírus

Bahia vai processar empresário que contaminou 10ª vítima de coronavírus

Número de casos confirmados de coronavírus chega a 13 na Bahia

Coronavírus também está matando crianças, confirma OMS

Prefeitura adota medidas preventivas ao novo coronavírus; confira

Coronavírus: pouco caso de Bolsonaro pode custar 478 mil vidas ao Brasil

Rio de Janeiro registra o primeiro paciente com coronavírus em estado grave

Globo suspende Mais Você por conta do coronavírus; entenda

‘Bolsonaro está mais preocupado com sua vida política do que com a vida das pessoas’, diz Doria

Orientado a ficar em isolamento, Bolsonaro cumprimenta apoiadores em Brasília

Coronavírus - número de casos confirmados chega a oito na Bahia

Maia cogita acordo por WhatsApp em votações para diminuir risco de coronavírus na Câmara

Governo vai antecipar décimo para abril por conta do coronavírus; entenda

Teste de Bolsonaro para novo coronavírus dá negativo, diz presidente

Nota – Cancelamento do Festival de Arembepe 2020

Mais procurado, SUS só tem 44% dos leitos de UTI

Vídeo - Coronavírus faz gangues de macacos famintos travarem guerra na Tailândia

Organização Mundial de Saúde declara pandemia de coronavírus

Ilze Scamparini se emociona ao falar sobre avanço do coronavírus na Europa

'Ciência não se faz sem recursos', diz pesquisadora brasileira

Bahia tem aumento de 27% nas notificações de Síndrome Respiratória Aguda Grave

Secretarias divulgam medidas de prevenção do coronavírus nas escolas e universidades

Bolsa de valores do Brasil cai 10% e interrompe negócios

Sesab confirma 2º caso de coronavírus na Bahia

Brasil confirma mais 6 casos de coronavírus; total de 25 pacientes

Sobe para 24 o número de infectados pelo coronavírus no Brasil

Sobe para 13 casos confirmados de coronavírus no Brasil

Aumentou - Ministério da Saúde confirma 4º caso de coronavírus no Brasil

Com 530 casos suspeitos Brasil tem terceiro caso confirmado de coronavírus

Epidemia chinesa - Ministério da Saúde confirma caso positivo de coronavírus no Brasil

Criança está em isolamento por suspeita de coronavírus na Bahia

Epidemia chinesa - Homem testa positivo para coronavírus em SP; falta contraprova

Epidemia chinesa - Áustria, Croácia, Espanha e Suíça confirmam primeiros casos de Corona-vírus

Coronavírus: Itália anuncia segunda morte e Irã a quinta

Em dois meses, coronavírus mata mais que Sars

França registra primeira morte pelo coronavírus

Coronavírus - China registra 1.380 mortos e 63.581 infectados

Coronavírus - o que se sabe até agora?

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br