Galeria de fotos

Não perca!!

Antonio Franco Nogueira

'Estou impactado, eu e muitos dos membros da minha igreja estamos impactados pela revelação que Deus tem passado à sua vida para despertar a Igreja', diz o Pastor Edvan Santiago, que fez a oração de abertura (Foto: Franco Filho | CFF)
'Estou impactado, eu e muitos dos membros da minha igreja estamos impactados pela revelação que Deus tem passado à sua vida para despertar a Igreja', diz o Pastor Edvan Santiago, que fez a oração de abertura (Foto: Franco Filho | CFF)

Com presentes vindo de Simões Filho, dos bairros da Liberdade, do Curuzu, do Nordeste de Amaralina, em Salvador, e naturalmente de Camaçari, da sede e da orla da cidade, e superando as expectativas, aconteceu nesta sexta-feira, 07, o já conhecido e tão esperado encontro de cristãos evangélicos, “A Carne na Brasa”.

Na sua 5ª edição, o evento, que inicialmente nasceu com o propósito de simples confraternização entre cristãos de toda e qualquer bandeira doutrinaria, com vistas a desmistificar o engessamento, mornidão e aparente falta de entrosamento que faz-se crer ser a vida dos que professam a fé cristã, já na segunda edição a reunião tomou rumo de envergadura e magnitude bem diferente da inicial, assumindo contornos ‘sobrenaturais’, saindo a coisa da mão “do homem” e passando a ser comandada pelo “braço forte de Deus”, conforme Antônio Franco Nogueira, um dos dois idealizadores.

“Eu e a irmã Vaninha (Vânia Nunes – a outra idealizadora), pensávamos que a idéia havia sido nossa, mas logo percebemos que foi tudo pensado por Deus desde o inicio, quando Ele passou a me visitar em sonhos e visões também sobre esse evento, transpondo a mim e a Vania agora dizendo Ele o que tinha que ser feito a cada reunião”, disse Franco, que, lamentando que por questões particulares nessa edição não contou com a participação de Vânia Nunes, afirma que desde que se converteu à fé cristã em 11 de abril de 2015, Deus teria passado a lhe revelar os sonhos que a partir de então passou a ter com o propósito de advertir "o povo d'Ele".

Sobre o evento desta sexta-feira, em que também se celebrou, ainda que com um certo atraso, três anos do anfitrião no Evangelho, Franco conta que dias antes Deus o teria visitado e lhe dado quatro mensagens para “passar para a Igreja”. Em duas delas ele diz que teria recebido de Deus um sonho “onde um homem fugia da polícia pilotando um avião que se batia nas paredes das casas, porém não caia e depois de aterrisar se transformava num compasso enorme, que era deixado encostado numa parede de tijolos aparentes; e na seqüência via uma mulher [que no sonho ele sabia que vinha de muito longe] diante de repolhos gigantes, e noutro momento ouvia Deus lhe ditando um certo versículo bíblico e dizendo que uma certa mulher deveria meditar nele”, tudo para falar sobre ‘a Igreja d’Ele’, o que foi pregado no evento e que teria impactado os presentes, o que promete contar entre os primeiros dos próximos textos que publicará, devido, segundo afirma, a “ordem de Deus”, justamente por que as mensagens seriam para que “chegue ao máximo de pessoas possíveis”.

E, de fato, a tirar por alguns dos depoimentos, algo de muito forte aconteceu no evento.

Presente no acontecimento, o experiente pastor Elias Santos, 58 anos, e criado no Evangelho, que também é o pastor de Franco, não só se mostrou surpreso e feliz pela edificação que viveu a partir da mensagem que ouviu no encontro, como expressou a expectativa pelos próximos: “Me surpreendo a cada vez que nos deparamos com eventos que tem a grandeza da exaltação a nosso Deus, como foi esse 5º evento A Carne na Brasa. Foi um evento que, para aqueles que gostam e que valorizam as verdades bíblicas e neo-testamentaias, que participou do evento, saiu abençoado, saiu edificado. Por que a Bíblia diz que ‘quão bom e suave é que os irmãos vivam em união em Cristo’. E nós temos visto o quanto a igreja foi invadida e contaminada pelo que chamamos de secularismo; até mesmo o povo de Deus tem vivido à distancia do conhecimento bíblico. E a Palavra diz que o povo perece por falta de conhecimento”, diz o pastor Elias Santos, 57 anos, criado dentro do Evangelho, do ministério Igreja Batista Nova Esperança.

O pastor Elias Santos ainda completa que “esse evento, A Carne na Brasa, serviu e tem servido para edificar a vida de muitos crentes; daqueles que querem receber de Deus o melhor, aquilo de bom, por que a Palavra diz, no livro de Números, no capítulo 12, que Deus ainda levanta Seus profetas através de sonhos, visões e revelação. E nesse tempo, a última profecia que tivemos do profeta Malaquias, foi que veríamos a diferença entre os que servem e os que não servem ao Senhor. Então eu quero parabenizar o evento, por que foi maravilhoso, foi bênção para a vida de todos que tiveram aqui para ouvir a voz do Senhor, a Palavra do Senhor, a palavra que transforma, que edifica, que conforta, que trás vida, que trás consolo, que trás exortação, que trás instrução, e que nos faz homens de Deus preparados para a boa obra. Fico feliz de participar desse evento como todos os irmãos que participaram. Fica aqui minha gratidão. Que tenhamos mais eventos como esse, para glorificar o nome do Senhor”, arrematou.

“Eu estava sem dinheiro nenhum e orei a Deus dizendo que se fosse da vontade d’Ele que eu comparecesse ao evento, que Ele entrasse com providencia, pois eu não tinha como resolver. Então tive vontade de ir à rua, e de repente, quando olho num canto de parede, vi um papel e ao me agachar notei que se tratava duma nota de 50 reais, então não tive dúvidas de que Deus estava no negócio. E ao ver o que vi e ouvi então compreendi por que Jesus moveu a alma que me convidou; foi pra ver Deus bradando na terra, a irmã Rose disse que está se sentindo leve”, disse a pastora Ednalva Maria de Santana, 54, e há cinco anos no evangelho, moradora no Largo do Tanque, na Liberdade, em Salvador, se referindo também a amiga que a acompanhava.

“Não há palavras que diga que consiga expressar o regozijo que meu coração sentiu e até agora sente com o que eu vivi nesse encontro. A presença de Jesus aqui foi real. As coisas que foram reveladas aqui da parte de Deus só mostram o quanto Jesus é fiel e está preocupado com a Igreja d’Ele; sem palavras”, disse Vinícius Tadeu de Oliveira, 43, morador do Nordeste de Amaralina, que veio de Salvador, para participar do encontro pela segunda vez.

“Estou impactado, eu e muitos dos membros da minha igreja estamos impactados pela revelação que Deus tem passado à essa vida para despertar a Igreja. Tudo o que vimos aqui foi impactante, principalmente a revelação do sonho do repolho; eu não tenho palavras sobre o que aconteceu aqui, isso tudo foi uma maravilha da parte de Deus para despertar a Igreja sobre a vinda do Filho do homem, que está próximo; foi muito forte, foi a glória de Deus nesse lugar”, disse o pastor Edvan da Silva Santiago, 35, há 10 no Evangelho.

“Foi um banquete espiritual,  um maná do céu! Foi tremendo e impactante a Presença do Deus Altíssimo nesse lugar! Olha, uma das partes da mensagem que mais me tocou, foi a citada em Jeremias 20. quando Pasur, um sacerdote, feriu Jeremias e o colocou no tronco dentro da própria Casa do Senhor, só porque o profeta falou a verdade mas que logo em seguida teve o seu nome trocado para um nome de maldição! Isso me trouxe à mente os dias atuais quando um profeta, um homem de Deus, servo do Senhor, cheio do Espírito Santo, fala a verdade ao povo, este também é ferido e rejeitado dentro da Igreja onde congrega por seus líderes! Mas esta escrito que ‘Ai daquele que tocar no ungido do Senhor! Também mexeu muito comigo quando ele falou sobre a unção que está sobre nós (1 João 2, 27) e disse que pelo Espírito nós somos livres, porém se permanecermos em Jesus”, disse Luciene Boaventura, 45 anos e há mais de 20 no Evangelho.

Luciene Boaventura, que é moradora de Simões Filho, e como praticamente todos os entrevistados também usou o termo 'impacto' para definir o tremendo que lhe pareceu o encontro, ainda disse que muitas coisas para as quais ela buscava resposta, foram satisfeitas na mensagem pregada.

"Eu estou impactada com as revelações e confirmação que Deus me fez através do Espírito Santo na vida desse homem. Tremendo, testificou muitas coisas que eu precisava saber. E a visitação de Deus a ele no sonho mandando que ele dissesse à Igreja que ela precisa meditar em Josué 1. 8, mostrando que Deus está vendo que o povo não está lendo a Bíblia, e naturalmente não vivendo conforme a vontade d'Ele, foi de tremer as carnes. Toda honra e toda glória seja dada a Ele toda exaltação, domínio e louvor", concluiu Luciene.

“Nesse culto literalmente as coisas da carne física são queimadas diante da especial mensagem do Espírito Santo. E o que também ficou em meu coração foi que o culto chama a atenção da igreja para o fato de que estamos em perigo, e eu creio. O evento chama a atenção para a urgência do evangelho que precisa ser pregado e seguido e por estar sendo adulterado está acabando com as almas”, diz Isabela Correia, 44 nos, que também veio de Simões Filho para o evento.

Sobre o teor da mensagem passada no evento, que tanto impactou os presentes, Franco, como disse, e que sugere que "você que se interessa pelo assunto esteja atento", promete trazer em um texto que publicará também aqui no Camaçari Fatos e Fotos (CFF) nos próximos dias.

(Foto: Franco Filho | CFF)
(Foto: Franco Filho | CFF)
(Foto: Franco Filho | CFF)
(Foto: Franco Filho | CFF)

(Foto: Franco Filho | CFF)
(Foto: Franco Filho | CFF)

AQUI mural de fotos do evento

Veja também:

Chuvas não inibe presença no 4º encontro "A Carne na Brasa" de cristãos evangélicos em Camaçari

Homem é curado de dor de cabeça que sentia há 12 anos, durante encontro "A Carne na Brasa"

Encontro “A Carne na Brasa” de cristãos evangélicos faz a diferença em Camaçari

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br