Galeria de fotos

Não perca!!

Cidade

Promotor Everardo Yunes
Promotor Everardo Yunes

A reação dos vereadores camacarienses denunciados pelo Ministério Público Estadual, com pedido de prisão contra o presidente da Câmara Municipal, Oziel Araújo (PSDB), acusado de cometer ilicitudes, conforme o MP com a aquiescência e participação de outros 19 parlamentares, entre eles o vice presidente, vereador Zé do Pão (PTB), assim como o pedido de prisão e afastamento da secretária de Desenvolvimento Urbano do Prefeito Antonio Elinaldo (DEM), Juliana Paes, que não tem se limitado a acusar inocência, mas afirmarem categoricamente que "não há provas quem embase a denúncia do MP”, notadamente um questionamento explícito da lisura do trabalho do órgão fiscalizador estadual, provocou uma reação no promotor Everardo Yunes, titular da 7ª Promotoria de Justiça, autor da denúncia, de forma tamanha, que pelo que expõe em texto publicado na sua homepage no Facebook, não seria demais dizer que trata-se da expressão duma alma antes dum representante da lei diante do que se vê.

No texto, que expressa profunda convicção no que expoe, e que é encerrado com a frase "que Deus nos proteja", o promotor, que nele acusa ainda que testemunhas do processo estariam sendo coagidas para mudarem seus depoimentos, invoca o filósofo alemão Friedrich Nietzsche, que diz que "um político divide os seres humanos em duas classes: instrumentos e inimigos", para expressar seu sentimento a respeito dos personagens que o questionam.

Íntegra:

"Assusta e entristece ver uma ABSURDA inversão na lógica das coisas: aquele que erra demoniza quem não compactua com o erro; aquele que denuncia é sumariamente transformado em “vilão”, passando a sofrer ameaças dos mais variados tipos de processo (no caso dos particulares) ou, quando servidor ou agente político, ficando sujeito à exoneração, pressões e também ameaças, só que políticas, inclusive para mudar conteúdos de depoimentos já prestados, ou seja, a MENTIR!!

É com perplexidade que leio as inúmeras defesas recíprocas que rodam pelas redes sociais, sites e blogs. Oi?! Como assim? Em que momento perdemos “a mão”?

Poderia ser cômico, mas é trágico! E infelizmente não há motivos para risos.

Tudo isso pela busca insana de poder, sempre, e dinheiro, em alguns casos.

É crônico. É nacional!

Que Política é essa?

Certeira a forma como Nietzsche definiu a lógica que um político adota ao dividir os seres humanos: ou são instrumentos ou são inimigos.

Enquanto aqueles que se encorajam a falar e a lutar contra esse sistema deturpado forem alvo de retaliações, ameaças, pressões, difamações e todos os demais meios sórdidos de descrédito, nada vai mudar.

Tristes tempos.

Midiático? Sim! Mas, na verdade, assim são as falcatruas e fraudes que assolam nossa política: MIDIÁTICAS!

Parabenizo a verdadeira imprensa, aquela imparcial e narrativa, que cumpre o seu papel e viabiliza o conhecimento dos fatos, sem juízo de valor, às verdadeiras vítimas de tudo isso: O POVO!

Enalteço aqueles que com coragem procuraram o Ministério Público e expuseram, sem medo e com muita indignação, mazelas que corroem nossa Administração Pública. Meu pedido é que se mantenham dignos, firmes, confiantes e, principalmente, que não sucumbam ante pressões e quaisquer ameaças, nem as políticas, ao contrário: DENUNCIEM!

Torço para que ocorra um despertar coletivo desse estado de resignação que infelizmente aprisiona nossa sociedade e que passem, então, a acreditar que, juntos, todos vocês, podem fazer a diferença.

Que Deus nos proteja!"

Veja também:

Bispo Jair não fala, promotor discorda, mas Elinaldo garante na Câmara que são todos inocentes

Silencio de Elinaldo frente à denúncia contra Juliana Paes causa 'estranheza' ao Ministério Público

Enquanto Oziel se dizia inocente, exibindo documentos site dispara notícia o chamando de "reincidente"

MP acusa Zé do Pão de “ameaçar testemunha” e pede a prisão do vereador

Em vídeo, vereador Oziel (PSDB) enfim se manifesta sobre pedido de prisão do Ministério Público

MP pede prisão preventiva do presidente da Câmara de Camaçari

Clique aqui e siga-nos no Facebook

Desabafo foi feito em uma rede social do promotor
Desabafo foi feito em uma rede social do promotor

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br