Galeria de fotos

Não perca!!

Policial

A policia conseguiu prender um dos criminosos no interior da chácara, e outro fora do lugar, tendo os demais conseguido fugir
A policia conseguiu prender um dos criminosos no interior da chácara, e outro fora do lugar, tendo os demais conseguido fugir

ADENDO - Sobre o pastor Edvaldo Filho, que na verdade um dia antes havia estado no acampamento, onde teria dado uma palavra, abençoando o evento, onde se lê "preferiu aproveitar o fim de semana para fazer uma terapia cultivando sua horta particular", leia-se "estava fora do município, dando uma palestra". Sobre o demais, vale o que está escrito, acerca da postagem da foto de o pastor cultivando uma horta, ter sido feita às 11h45, na última sexta-feira, 10.

Era para ser apenas mais um retiro espiritual de membros dum campo missionário, mas o encontro, de cristãos evangélicos com representantes de mais de vinte congregações, foi transformado em momentos de terror quando cinco homens armados com facões e armas de fogo, invadiram a chácara onde todos se encontravam, na noite do último sábado, 11, em Barra de Pojuca, que não conformados em roubar o dinheiro e pertences dos presentes agrediram a socos e pontapés a praticamente todos, tendo sido preservada apenas as crianças.

Segundo informado ao Camaçari Fatos e Fotos (CFF), os bandidos chegaram à chácara por volta das 19 horas, muito violentos e agredindo gratuitamente tanto a homens quanto a mulheres e já na chegada teriam "arrancado uma irmã grávida pelo para-brisa do carro que havia sido deixado trancado na entrada da chácara pelo esposo que, percebendo a ação, tinha corrido pra dentro do mato tentando pedir socorro pelo celular", disse um conhecido do casal.

E de fato os bandidos, ao que tudo indica, estavam "com o diabo no corpo", pois informações dão conta ainda de que um dos homens teria "quebrado um violão na cabeça de uma senhora, e teriam inclusive dito que não era "pra ninguém orar, senão seria pior".

A violência, que ao final levou não pouca gente para o hospital, foi tanta que por pouco não houve mortes. O que, conforme informado ao CFF, só não aconteceu por que "um irmão reagiu e conseguiu tomar o facão de um dos bandidos na hora certa que um dos ladrões, que se espalharam pela chácara, ia dar uma facãozada nele, ainda ferindo o cara no braço".

Mas, ainda conforme dito ao CFF, o pior só não aconteceu mesmo por que um rapaz dos presentes, percebendo o que se passava e se valendo da distancia em que se encontrava, correu e, saindo por cima do telhado, conseguiu pedir socorro, acionando a policia.

Todos são membros da Assembléia de Deus de Barra de Jacuípe, que tem como presidente o pastor Edvaldo Filho. O presidente do campo só não sofreu a violência de que foram vítima "suas ovelhas", por que, conforme foto que publicou no seu perfil no Facebook, ao meio dia de sexta-feira, 10, ele preferiu aproveitar o fim de semana para fazer uma terapia cultivando sua horta particular.

Com o episódio o pastor chegou a gravar um vídeo dirigindo palavras de conforto aos membros da igreja, dizendo que "para cada afronta que os servos de Deus sofreram naquele acampamento, as dores para quem provocou serão maiores do que as dores de parto". O pastor, que no vídeo aborda que o importante é que todos tiveram "um livramento", abre a mensagem dizendo que a resposta seria rápida. Como de fato foi.

Houve prisões em flagrante, porem não há informações precisas de quantos nem da identificação dos presos, apenas sabe-se que os flagrantes só foi possível ser registrado por que os policiais militares conduziram os presos para Lauro de Freitas por não ter sido encontrado delegado plantonista nas delegacias de Camaçari.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

Todos são membros da Assembléia de Deus de Barra de Jacuípe, que tem como presidente o pastor Edvaldo Filho. O presidente do campo só não sofreu a violência de que foram vítima 'suas ovelhas', por que, conforme foto que publicou no seu perfil no Facebook, ao meio dia de sexta-feira, 10, ele preferiu aproveitar o fim de semana para fazer uma terapia cultivando sua horta particular
Todos são membros da Assembléia de Deus de Barra de Jacuípe, que tem como presidente o pastor Edvaldo Filho. O presidente do campo só não sofreu a violência de que foram vítima 'suas ovelhas', por que, conforme foto que publicou no seu perfil no Facebook, ao meio dia de sexta-feira, 10, ele preferiu aproveitar o fim de semana para fazer uma terapia cultivando sua horta particular

 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br