Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Política

Pré-candidatos a prefeitura de Camaçari
Pré-candidatos a prefeitura de Camaçari

O resultado da primeira pesquisa eleitoral registrada no TSE (sob nº BA 00826/2016) sobre as intenções de voto para prefeito de Camaçari, encomendada pela TV Record ao Instituto Paraná e divulgada na manhã desta terça-feira (21), foi recebido com entusiasmo pelos partidários do pré-candidato do DEM, Antônio Elinaldo. Os números mostraram o vereador na dianteira e com uma boa folga para o segundo colocado, o deputado federal Luiz Caetano, do PT.

Na enquete espontânea, quando os nomes dos pré-candidatos não são apresentados ao eleitor, Elinaldo aparece com 15,6%, seguido por Caetano com 9,2%. Na estimulada, em que são apresentados os nomes, Elinaldo também lidera com 37,5%, contra 25,9% de Caetano. Apesar da desvantagem, a leitura feita pelas hostes caetanistas é que o resultado confirma a tendência de crescimento do petista.

O Instituto Paraná Pesquisas não é lá dos mais confiáveis, já errou feio nas sondagens que fez durante as últimas eleições presidências, quando apontou vitória de Aécio sobre Dilma. Além disso, o seu diretor, Murilo Hidalgo, é tido como homem de confiança do governador paranaense Beto Richa, do PSDB.

Essas variáveis podem até arranhar a credibilidade do instituto, mas se há uma opinião cristalizada no meio político é a de que não adianta brigar contra resultados de pesquisas, pois nem choro, nem lamento mudam o seu impacto junto à opinião pública. Além de induzir o eleitorado à bipolarização, colocando os dois primeiros candidatos em posição bastante diferenciada dos demais, as pesquisas podem influir no resultado do pleito.

Enquanto Elinaldo comemora o primeiro lugar, atribuindo-o ao desejo da população por mudança, e Caetano demonstra confiança em ultrapassar o concorrente, devido à curva ascendente do seu crescimento, outros dois candidatos, José Tude (PMDB) e Jailce Andrade (PCdoB) receberam os resultados com cautela e preferem minimizar a repercussão.

O ex-prefeito Tude aparece em terceiro lugar, tanto na espontânea com 2,6%, quanto na estimulada com 16,2%, já pré-candidata Jailce Andrade aparece na lanterna com minguados 0,5% e 2,8%, respectivamente. Um resultado considerado pífio para ela que tem o apoio da chamada máquina municipal, muito embora carregue o peso da alta taxa de reprovação do atual prefeito, Ademar Delgado.

Tude, por sua vez, aposta suas fichas na ascensão do PMDB ao comando do Governo Federal como possibilidade para virar o jogo. A julgar pelo desempenho questionável do governo provisório de Michel Temer, terá que buscar outros atrativos para alavancar sua campanha.

Tanto oposição quanto situação sabem que hoje não se pode dizer que há um grande favorito para vencer o pleito de outubro próximo, devido à quantidade e à qualidade dos nomes que estarão concorrendo. Dois ex-prefeitos, o vereador mais votado da história do município e a secretária de confiança do atual prefeito podem fragmentar o eleitorado e embolar a disputa pela prefeitura mais desejada da Bahia.

Até meados de agosto, mês e prazo final para registro de candidaturas, muita água deve rolar sob as pontes do Rio Camaçari e o vai-e-vem de uma margem para outra vai determinar o tamanho de cada candidatura.

Até lá, muitos resultados não passam de elucubrações bem elaboradas.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br