Galeria de fotos

Não perca!!

Saúde

Estudo da UFRJ com repercussão mundial mostra que o vírus afeta áreas associadas à memória e aos movimentos - Aedes aegypti Foto: Ricardo Mazalan / AP
Estudo da UFRJ com repercussão mundial mostra que o vírus afeta áreas associadas à memória e aos movimentos - Aedes aegypti Foto: Ricardo Mazalan / AP

Cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro ( UFRJ ) descobriram os alvos do vírus zika no cérebro de adultos , num estudo de repercussão mundial.

 

Eles comprovaram que ele não só ataca diretamente os neurônios como deflagra uma espécie de curto-circuito cerebral, um tipo de reação inflamatória grave observada em doenças como o mal de Alzheimer.

O zika assustou e surpreendeu o mundo ao causar microcefalia e uma síndrome de anomalias congênitas em bebês. Agora, se comprova que também causa efeitos severos em adultos ao afetar as áreas dos cérebros associadas à memória e aos movimentos, explica a neurocientista da UFRJ Cláudia Figueiredo, uma das líderes do grupo.

O estudo identificou também drogas para tratar os distúrbios neurológicos causados pela infecção. Estes vão de desorientação a perda de memória e coordenação motora e, nos casos mais severos, paralisia.

Leia também: Estudo identifica fator ambiental evitável que intensificou efeitos da zika, como microcefalia

O trabalho sugere ainda que esses casos são mais frequentes do que se imagina e propõe novas políticas públicas de saúde para identificar entre as pessoas com distúrbios neurológicos aquelas que infectadas pelo zika. Fará diferença entre a recuperação e o sofrimento dos pacientes e a redução dos gastos em saúde pública.

— A zika, como as demais doenças do aedes, como a chicungunha e a dengue, são subnotificadas e temos visto emergir uma série de novos acometimentos, como os neurológicos. Nosso estudo pode contribuir para o diagnóstico e o tratamento — diz Figueiredo.

Crise financeira do CNPq pode causar apagão na ciência brasileira

Casos de dengue crescem 224% no Brasil; doença matou 62 pessoas nas primeiras 11 semanas de 2109

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br