Galeria de fotos

Não perca!!

Saúde

Auxiliar legislativo Marieta Ribeiro Nogueira, 65 anos, foi assassinada a tiros pelo ex-marido (Foto: Reprodução)
Auxiliar legislativo Marieta Ribeiro Nogueira, 65 anos, foi assassinada a tiros pelo ex-marido (Foto: Reprodução)

Autor do crime, com quem a vítima conviveu por 40 anos, se matou em seguida

Servidora pública da Câmara Municipal de Feira de Santana há 26 anos, a auxiliar legislativo Marieta Ribeiro Nogueira, 65 anos, foi assassinada a tiros pelo ex-marido na manhã de segunda-feira (29), dentro da própria casa. O autor do crime, identificado como Paulo Lima Xavier, 66, com quem a vítima teve um relacionamento de mais de 40 anos, se matou em seguida.

As informações da Polícia Civil dão conta de que Marieta foi surpreendida pelo ex-companheiro, que entrou no quarto e disparou contra a vítima, quem com tinha filhos e netos. Com o mesmo revólver calibre 38, Paulo se dirigiu até a sala e atirou contra a própria cabeça. A arma foi encontrada na chácara onde a vítima morava, na Rua Sucantiga, bairro de Baraúna, em Feira de Santana.

A Polícia Civil afirmou que, como "os indícios no local apontam para homicídio seguido de suicídio", o próximo passo é aguardar o resultado dos laudos periciais produzidos pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT), que deve atestar a dinâmica do crime.

Sem se identificar, um familiar contou à reportagem que Marieta e Paulo estavam separados, mas continuavam morando juntos, "apesar das inúmeras brigas".

"A verdade é que ele nunca aceitou bem esse final de relacionamento, que aconteceu há anos, desde que passaram a dormir em cômodos separados. Infelizmente, tudo acabou agora, assim", concluiu.

Ainda conforme a pasta, se a linha de investigação ficar comprovada, o inquérito é finalizado e encaminhado à Justiça, sem a indicação de um autor, já que, neste caso, as evidências apontam Paulo como responsável pelo feminicídio.

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que militares da 65ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Feira de Santana) estiveram na Rua Sucatinga, por volta das 7h, para atender a uma ocorrência que envolvia "disparos de arma de fogo".

"Quando chegou ao local, a guarnição isolou a área e acionou o Serviço de Investigação em Local de Crime (Silc) para remoção dos corpos de um casal e realização da perícia", informou a corporação.

O CORREIO procurou o DPT, que informou que o laudo cadavérico é produzido em até 30 dias, prorrogável pelo mesmo prazo, em caso de necessidade. Os corpos seguem no Instituto Médico Legal (IML) de Feira de Santana, onde aguardam a liberação da família. Não há informações sobre horário e local do enterro.

Pesar

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, publicou nota de pesar. Conforme informações da prefeitura da cidade, Marieta era lotada na seção de arquivo e aguardava pela aposentadoria.

“Em nome da comunidade feirense, manifestamos o nosso pesar e a nossa solidariedade às famílias vitimadas pela tragédia ocorrida hoje (ontem), 29 de julho, envolvendo a ex-servidora da Câmara Municipal de Feira de Santana, Marieta Ribeiro Moreira, assassinada pelo marido Paulo Lima Xavier, que se suicidou logo após a consumação do homicídio. Nossa solidariedade também se estende aos ex-colegas de trabalho. É triste e lamentável tal ocorrência que abala emocionalmente a cada um dos munícipes”.

Presidente da Câmara do município, o vereador José Carneiro manifestou "profundo pesar" ao que chamou de tragédia. Por meio de uma publicação no Facebook, José disse que o pesar e  as condolências aos familiares e amigos de Marieta são de todos os vereadores e demais servidores da Casa.

Os vereadores Edvaldo Lima e João Bililiu também lamentaram a morte da colega em seus perfis nas redes sociais.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br