Galeria de fotos

Não perca!!

Rogaciano Medeiros

Procurador federal Deltan Dallagnol
Procurador federal Deltan Dallagnol

DECISIVO

A última pesquisa Datafolha, além de mostrar Lula disparado na frente em todos os cenários, revela que, no caso de ele ser inabilitado, mais de 29% dos eleitores votam em qualquer candidato apoiado pelo ex-presidente. Percentual suficiente para definir a eleição presidencial. É o maior transferidor de voto da história do Brasil.

RECONHECIMENTO

Golpista de todas as horas, mas suficientemente inteligente para não bater de frente com os fatos, Ricardo Noblat, na última coluna que publicou em O Globo, de onde está saindo, reconhece o que esta coluna afirmam há muito tempo. Inabilitado ou não, preso ou solto, vivo ou morto, o ex-presidente Lula define a eleição presidencial do próximo ano.

RUINDO

Outrora incontestável, absoluto, dono da verdade, predestinado a salvar o Brasil, Sérgio Moro usou e abusou da paciência do povo, que começa a descobrir se tratar de um santo do pau oco. A última pesquisa Datafolha deixa bem claro. Hoje, somente 23% dos entrevistados votariam em um candidato indicado pelo juiz da Lava Jato. Já Lula, que ele tanto persegue e tenta desconstruir, chega a 29%. O mandarim de Curitiba (PR) está em queda livre.

RECEBA

Arrogante e deslumbrado com o papel que desempenha, indiscutivelmente favorável às elites e ao golpismo, o procurador federal Deltan Dallagnol foi mexer com Renan Calheiros e seu deu mal. O senador alagoano passou na cara do xerife da força tarefa da Lava Jato o "surto de ódio, as denúncias sem provas e as generalizações perigosas", que maculam o Estado de direito. Ficou sem resposta.

ASSASSINATO?

Estava tudo armado para arquivar a investigação sobre a morte do reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier de Olivo. Mas, esqueceram de combinar com a coordenadora da equipe do Ambulatório de Saúde do Trabalhador do Hospital Universitário. A médica Edna Maria Niero diz em relatório: "Violentamente alijado do local onde atuava no auge da sua gestão, o reitor foi também arrancado de sua própria vida". Resumindo, a PF, o MPF e a Lava Jato o mataram.

ABUSIVA


Quem duvida pode anotar. Não vai dar em nada o processo movido pela família da vítima contra a delegada da PF Erika Mialik Marena, responsável pela prisão do reitor da UFSC, Carlos Cancellier. Conhecida pelas posições ultraconservadoras que faz questão de exibir, ela é acusada de abuso de poder. Mesmo sem provas, o manteve nu e incomunicável. Conduta própria de quem se acha acima da lei.

____________________________________________

A coluna Pauta Livre, de autoria do jornalista Rogaciano Medeiros, é um espaço onde ele escreve suas análises sobre a situação política nacional, dentro de uma ótica questionadora através de um ponto de vista diferente dos tradicionais veículos de comunicação. Justamente para questionar a grande imprensa, que manipula a informação e coloca a versão que lhe é conveniente como se fosse a verdade absoluta.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Enquete

Qual seu candidato para presidente 2018?
 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br