Galeria de fotos

Não perca!!

Religião

(Foto: Reprodução)
(Foto: Reprodução)

Um cristão iraniano, sobre quem nada havia sido noticiado desde a sua prisão há 45 dias, pôde entrar em contato com a família para informá-la de que estava preso na famosa prisão de Evin, em Teerã, capital do Irã. Kiaa Aalipour, porta-voz da organização de advocacia Article 18, disse a Portas Abertas que Aziz Majidzadeh, de 54 anos, ainda tem que enfrentar acusações formais, mas que os interrogatórios se concentraram em atividades relacionadas à fé cristã.

Majidzadeh estava com outros 20 cristãos em uma oficina perto da cidade de Karaj, a oeste de Teerã, no dia 2 de março, quando as forças de segurança invadiram as instalações por volta do meio-dia. Aalipour disse que as forças de segurança “prenderam um dos amigos do grupo de cristãos e o forçou a ir com eles para a oficina. Eles entraram e começaram a filmar tudo, dizendo que eram amigos do homem detido e os estavam filmando para um canal cristão de língua persa”.

A maioria do grupo foi libertada depois de ter sido interrogada, mas Majidzadeh, que já havia sido preso antes por atividades relacionadas à fé, agredido e detido, segundo Aalipour.  Ele acrescentou que há preocupações crescentes sobre a saúde dele. A prisão Evin já foi acusada de má conduta em interrogatórios e maus tratos aos presos.

Pedidos de Oração

Ore pela libertação de Majidzadeh e por consolo e perseverança na fé do cristão.
Peça a Deus que proteja o grupo de cristãos que estava com Majidzadeh e também a família dele, e que eles se unam ainda mais nesse momento de tribulação.
Interceda pela Igreja Perseguida iraniana, que apesar da perseguição, cresce a cada dia.

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br