Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Religião

Li4vLi4vLi4vaW1hZ2VzL3N0b3JpZXMvcmVsaWdpYW8vaXJtYSBkdWxjZS5qcGcmYW1wO3c9OTAwJmFtcDtoPTYwMCZhbXA7cT05MCZhbXA7emM9MA==.jpg

Para os católicos esta terça-feira (13) é um dia especial, pois é momento de relembrar, agradecer e homenagear Irmã Dulce. Nesta terça-feira faz 20 anos que a freira baiana morreu.

Entretanto, para quem tem fé na bem aventurada Dulce dos Pobres ela continua bastante presente. Nesta manhã foi celebrada uma missa em homenagem à beata no Santuário da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, em Salvador, e reuniu centenas de devotos.

Para Altamira Damasceno, paciente das Obras Sociais de Irmã Dulce há quatro anos, a data é um momento importante para agradecer à beata. “Aqui eu estou me sentindo maravilhosa. Tratamento muito especial. Não tenho como agradecer ao meu Deus e a Irmã Dulce. Se hoje ela estivesse viva melhor ainda, porque eu ia abraçar, beijar e agradecer mais do que já agradeço”, declara.

A missa pelos 20 anos de morte da religiosa baiana foi celebrada pelo arcebispo emérito, Dom Geraldo Majella, que destacou a vida de Irmã Dulce como exemplo a ser seguido.“É um grande dom que Deus nos deu, Irmã Dulce. Para que ela fosse de fato, um exemplo, um testemunho de amor a Deus pelos mais necessitados, pelos mais sofredores”, diz.

Irmã Dulce morreu aos 77 anos, depois de mais de 50 anos dedicados à vida religiosa e foi beatificada em 2011. O processo de canonização continua e agora é preciso a confirmação de um segundo milagre para que se torne santa. As obras criadas pela freira atendem mais de 5 milhões de pessoas por ano. “Ela está presente aqui entre nós, continuando a sua obra, nos ajudando no crescimento e ela está muito viva em cada um de nós, todos os profissionais, conselheiros, benfeitores. Irmã Dulce tá aí gente, com certeza”, comenta Maria Rita, superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce.

Dentro do Santuário está um dos locais mais visitados, a Capela das Relíquias, onde está o túmulo de Irmã Dulce, local em que são depositadas muitas demonstrações de fé, como fotos e cartas com pedidos e agradecimentos. O Santuário recebe sete mil visitas por mês, fé que aumenta a cada ano. Em 2011, o número de visitantes cresceu 135% em relação a 2010.

Para quem conviveu com Irmã Dulce, como o padre Antônio Maria, o anjo bom do Brasil, como também é conhecida a religiosa baiana, está mais vivo do que nunca. “Ela está mais perto de nós porque está no céu com Deus e aí não há distância nenhuma. E é sempre um momento de recordá-la, mas também de renovar no nosso coração tudo que ela nos ensinou com a sua vida”, conclui.

 

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br