Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Política

Bolsonaro tossiu durante discurso em ato (Foto: SERGIO LIMA | AFP e Getty Images | BBC News Brasil)
Bolsonaro tossiu durante discurso em ato (Foto: SERGIO LIMA | AFP e Getty Images | BBC News Brasil)

Se a participação do presidente Jair Bolsonaro em ato antidemocrático neste domingo (19) causou enorme desconforto entre os integrantes da ala militar, na área técnica do Ministério da Saúde o episódio foi visto com preocupação.

Isso porque, em meio à pandemia do novo coronavírus, o gesto de Bolsonaro de participar de uma manifestação com aglomeração de pessoas causou uma saia-justa ao novo titular da Saúde, ministro Nelson Teich.

No sábado (18), Bolsonaro já havia cumprimentado pessoas que participavam de um ato em frente ao Palácio do Planalto. Ao estimular a flexibilização do isolamento social, o presidente vai contra todas as recomendações científicas da própria Organização Mundial da Saúde (OMS) e da área técnica do próprio ministério.

Até mesmo ministros de outras áreas ficaram em alerta com a situação. A percepção é que o silêncio de Nelson Teich não pode ser eterno e que ele será cobrado pelo gesto presidencial em entrevista coletiva. Até o momento, o novo ministro tem fugido de entrevistas.

O antecessor no comando da pasta, o ex-ministro Luiz Henrique Mandetta, caiu justamente por criticar publicamente a postura do presidente que, em passeios por Brasília, tem causado pequenas aglomerações e tocado em pessoas em padarias, farmácias, e manifestações populares.

No evento deste domingo, em frente ao Quartel General do Exército, o presidente tossiu e levou a mão à boca ao lado de assessores e seguranças. Até o momento, não se sabe se Bolsonaro está imunizado contra o novo coronavírus.

Apesar da contaminação pelo vírus de mais de duas dezenas de integrantes da comitiva presidencial que viajou com ele aos Estados Unidos em março, Bolsonaro informou que testou negativo. No entanto, o presidente se negou a apresentar o resultado do exame.

Veja também:

Conheça o oncologista Nelson Teich, médico que vai substituir Mandetta

Mandetta deixa Ministério da Saúde sob aplausos

Em meio à crise do coronavírus, Mandetta anuncia em rede social que foi demitido por Bolsonaro

Mandetta não aceita demissão de secretário: 'Vamos trabalhar juntos até sairmos juntos'

Troca no Ministério da Saúde 'deve ser hoje, mais tardar amanhã', diz Mandetta

Considerado braço direito de Mandetta, secretário pede demissão

Mandetta já avisou à equipe que vai ser exonerado, diz jornal

Bolsonaro começa avaliar nomes para substituir ministro da Saúde

Bolsonaro quer forçar Mandetta a pedir demissão após ministro perder apoio entre militares

Brasileiro não sabe se escuta ministro ou presidente, diz Mandetta

Mandetta diz que permanecerá em ministério e volta a defender isolamento: “Vamos continuar”

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br