Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Política

Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)

Para Bolsonaro, o poderio bélico do Brasil foi propositalmente diminuído nos últimos 30 anos

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira (3) que o governo brasileiro não vai comentar a morte do general iraniano Qassem Soleimani por não ter o mesmo "poderio bélico" dos EUA.

"Eu não tenho o poderio bélico que o americano tem para opinar neste momento. Se tivesse, eu opinaria", disse ele, ao ser questionado sobre a opinião do governo em relação ao ataque americano.

Soleimani foi morto na quinta (2) em Bagdá, no Iraque, em um bombardeio autorizado pelo presidente Donald Trump. O general era o líder da Força Al Quds, uma unidade especial da GUarda Revolucionária.

O presidente Bolsonaro falou rapidamente com jornalistas ao sair de um hospital em Brasília onde a primeira-dama Michelle está internada por conta de uma cirurgia plástica.

Bolsonaro diz que conversa com autoridades americanas e que os dois países são aliados em muitas questões, mas disse que as conversas são reservadas e não deu detalhes.

Para Bolsonaro, o poderio bélico do Brasil foi propositalmente diminuído nos últimos 30 anos.

"Uma corrida para recalcar as Forças Armadas num nível mais baixo possível. Por que? Porque nós sempre fomos o último obstáculo para o sonho deles que era o socialismo e isso nós levamos em conta. Você não faz as Forças Armadas, não recupera de uma hora pra outra. Acredito que nós devemos ter umas Forças Armadas melhor preparada belicamente e material para os próximos anos".

Ele afirmou que o investimento na área deve seguir de acordo com a economia do país. "Agora, no meu entender, é investimento, é garantia, é a certeza de democracia e liberdade as Forças Armadas".

Veja também:

Novo ataque dos Estados Unidos deixa seis mortos no Iraque, diz agência

Estados Unidos enviam 3 mil soldados ao Oriente Médio

Quem é Qasem Soleimani, o general iraniano morto em ataque aéreo dos EUA em Bagdá

Após ataque dos EUA no Iraque, 3ª Guerra Mundial vira assunto mais comentado

Bombardeio ordenado por Trump mata principal general iraniano; Irã promete 'retaliação

Ataque de Trump ao Irã vai impactar no preço do combustível, afirma Bolsonaro

China, Rússia e França fazem alerta após ataque dos EUA matar militar do Irã

SERVIÇO:

Esgoto entupido? Chame a Metropolitana Desentupidora

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br