Galeria de Fotos

Não perca!!

Política

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Tirando a “licença poética” do delator Léo Pinheiro, da OAS, a reportagem da Folha e do Intercept nesta segunda-feira (16) tem mais caráter absolutório para o ex-presidente Lula do que incriminador.

A manchete correta que o editor da Folha de S. Paulo não teve coragem de escrever seria: ‘Lula foi delatado até por defender interesses do Brasil‘. O Blog do Esmael fez isso pelo jornalão paulistano, na manhã de hoje.

A defesa do ex-presidente Lula, em nota, afirmou que se trata de “mentira negociada” entre Lava Jato e Léo Pinheiro e o petista ainda se diz vítima de perseguição política da força-tarefa. Perfeito.Pensando bem, a reportagem da Folha passou um pente fino nas conversas de procuradores da força-tarefa e mostrou como são falsas e inconsistentes as acusações contra o ex-presidente da República.

Porém não se pode passar o pano na tentativa de o jornalão fazer média com os bolsominions –arrependidos ou não– visando uns likes a mais nas redes. A função social do jornalismo deve falar, sempre, mais alto.

Lula é preso político e é mantido nas masmorras de Curitiba, desde 7 de abril de 2018, porque a Lava Jato queria tomar o poder político. É isso que fica nítido com a #VazaJato.

Veja também:

Vaza Jato: Moro interceptou filha de empresário para forcá-lo se entregar

Folha desmantela, com Moro escondendo mensagens interceptadas de Lula que o 'inocentariam'

Lula: 'Vaza Jato mostrou onde os moleques de Curitiba queriam chegar: na política'

Ministro Gilmar Mendes sobre a Lava Jato: "Que gente ordinária"

Vaza Jato prova que Deltan fez da perseguição a Lula meio de vida e embolsou R$ 580 mil

Polícia Federal também já aposta na demissão de Moro

Em entrevista Lula diz que alegria será sair e ver Moro entrar na cadeia

Lula foi vítima de uma conspiração, diz defesa do ex-presidente

Vídeo - Deputados e senadores 'encurralam' Moro no prédio do Ministério da Justiça nos 500 dias de Lula preso

Em vídeo juíza diz que Moro cometeu quatro tipos de crimes ao atuar na Lava Jato

Com o fim das desculpas, Dallagnol ainda vai acabar tomando um chá de sumiço como Queiroz

Bebianno: 'Bolsonaro atira nos seus soldados pelas costas'

Delegados da PF chamam nova lei de abuso de "estatuto da criminalidade"

Polícia Federal ameaça “implodir” se houver interferência de Bolsonaro

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br