Galeria de Fotos

Não perca!!

Política

A perda de apoio também foi acentuada entre os mais ricos, com renda mensal acima de 10 salários mínimos (Foto: Antonio Cruz | Ag. Brasil)
A perda de apoio também foi acentuada entre os mais ricos, com renda mensal acima de 10 salários mínimos (Foto: Antonio Cruz | Ag. Brasil)

No início de julho, reprovação do governo estava em 33%, de acordo com pesquisa

Pesquisa nacional feita pelo Instituto Datafolha, divulgada hoje (2), mostra a erosão da popularidade do presidente Jair Bolsonaro (PSL), no período de pouco menos de dois meses.

A reprovação do presidente subiu de 33% para 38% em relação ao levantamento anterior, feito no início de julho. Foram ouvidas 2.878 pessoas com mais de 16 anos em 175 cidades do país.

A aprovação de Bolsonaro também caiu, dentro do limite da margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou menos, de 33% em julho para 29% atualmente.

A perda de apoio também foi acentuada entre os mais ricos, com renda mensal acima de 10 salários mínimos. Nesta fatia, a aprovação caiu de 52% em julho para 37% agora.

Segundo o levantamento, a pior avaliação do presidente é entre os mais pobres, que ganham até dois salários mínimos (22%), os mais jovens (16 a 24 anos, 24%) e aqueles de baixa escolaridade (só ensino fundamental, 26%).

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br