Galeria de fotos

Não perca!!

Política

Prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) (Foto: Max Haack | Secom-Salvado)
Prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM) (Foto: Max Haack | Secom-Salvado)

Neto disse, ontem, “não ter dúvida” que a reforma da Previdência, que foi enviada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao Congresso Nacional, será aprovada

Otimista, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), disse, ontem, “não ter dúvida” que a reforma da Previdência, que foi enviada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao Congresso Nacional, será aprovada. A matéria já foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados e agora o texto está na Comissão Especial.

“Não tenho nenhuma dúvida que a reforma da Previdência será aprovada no Congresso Nacional. Aliás, na semana passada, nós fizemos a Convenção Nacional do Democratas e nós fomos o primeiro partido – fora o PSL, que é o partido do presidente – a encaminhar uma decisão coletiva de apoio e compromisso integral à reforma da Previdência. Não significa votar todo o texto rigorosamente como foi encaminhado pelo governo ao Congresso, mas significa dizer que nós temos a consciência do nosso papel. O Democratas hoje tem o presidente da Câmara e do Senado, e nós sabemos o que isso agrega em termos de responsabilidade ao partido. Eu garanto que a reforma da Previdência será aprovada. Essa agenda vai avançar”, afirmou ACM Neto, durante um almoço com grupo de  empresários baianos.

Para ele, se a reforma não for aprovada este ano, a economia brasileira pode “colapsar”. “Tem que ser votada este ano. Não pode ficar para o ano que vem de jeito nenhum. Se não for, eu receio que a economia do país possa colapsar e possa enfrentar situações ainda mais duras e difíceis do que já temos enfrentado desde 2014”, declarou Neto, que também é presidente nacional do Democratas.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, ACM Neto tem sofrido pressão dentro do DEM para passar a defender que estados e municípios sejam incluídos na reforma. O prefeito disse, no entanto, que não vai mudar de ideia.“Não há hipótese (de mudar de ideia). Eu acho que pode ser um bom caminho e que está sendo discutido na Câmara é a permissão para que estados e municípios convalidem as regras aprovadas pelo Congresso por meio de projetos de lei. O que, portanto, deixaria de exigir o quórum qualificado nas assembleias e câmaras municipais. Esse pode ser o caminho. Nós temos uma federação que prevê a divisão em três esferas de poder e cada uma com sua própria competência. É fundamental que, no âmbito municipal e estadual, prefeitos e governadores confirmem e convalidem o que foi aprovado pelo Congresso”, afirmou.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br