Galeria de fotos

Não perca!!

Política

Governador Rui Costa (PT) (Foto: Reprodução)
Governador Rui Costa (PT) (Foto: Reprodução)

O chefe do Palácio de Ondina aguarda o retorno do presidente estadual do PDT, deputado Félix Mendonça, para alinhavar os nomes das pastas

O governador Rui Costa (PT) afirmou ontem que pretende concluir a reforma do secretariado da nova gestão até a semana que vem. O chefe do Palácio de Ondina aguarda o retorno do presidente estadual do PDT, deputado Félix Mendonça, para alinhavar os nomes das pastas. "Félix está chegando amanhã do exterior e eu converso com ele no sábado. Vamos até a semana que vem finalizar esse processo e anunciar todas essas mudanças que vamos fazer para começarmos a fazer a programação do ano", revelou aos repórteres durante a entrega de uma nova obra de contenção de encosta no Subúrbio Ferroviário de Salvador.

No final do ano passado, o governador se reuniu com o presidente do Esporte Clube Bahia, Guilherme Bellintani. Questionado sobre o teor da conversa, o petista desconversou. "Almocei há duas semanas para bater-papo. Sou torcedor do Bahia. Queria saber sobre o Bahia, sobre o esporte, sobre as contratações novas do Bahia. A expectativa era essa. E ele me deu boas notícias e que o time está melhor", brincou.

Indagado se o papo foi recheado com política, ele se esquivou. "Ele tem tido sucesso na gestão do Bahia. Espero que ele continue assim. Essa semana ganhei um campo de futebol de botão. Então, reforça a minha torcida pelo Bahia. 2020 está longe ainda. Já disse a vocês que não vou falar sobre isso, só ano que vem. Esse ano vamos trabalhar muito, percorrer o Estado".

Sobre a construção da Ponte Salvador-Itaparica, Rui confirmou que o valor do pedágio será R$ 40. "O preço que está colocado lá é o preço hoje do Ferry-Boat. O motivo não é onerar, mas é ajudar a viabilizar a ponte. Quem paga hoje o valor para atravessar, esperando com toda a dificuldade que é, pagará com muito mais satisfação para atravessar a ponte sem espera e sem demora. Será uma travessia rápida. O que estamos colocando é que as pessoas pagam o mesmo valor que pagam hoje. Ou seja, não pagam a mais. Esse foi o cálculo que nós botamos para a largada do código do pedágio. Será um investimento privado. O que vai financiar a ponte ao longo de 30 anos será o pedágio".

PROTESTO DE PROFESSORES - O governador criticou duramente

o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), que ontem realizou um protesto na Governadoria, no Centro Administrativo, em Salvador, por causa da Lei n° 14032 de 18 de dezembro de 2018 - que determina Dedicação Exclusiva para Diretores e Vice-diretores dos colégios da rede estadual.

"Confesso que às vezes eu me surpreendo com a natureza humana. Nós temos cerca de 1300 diretores. Mil estão absolutamente regulares, são pessoas dedicadas à educação, à escola. Todos os diretores, quando se candidataram, assinaram um documento que não teriam outro vínculo. Alguns, constatamos, que são diretores em escolas de Salvador e ensinam em Catu, São Francisco do Conde e Candeias. Como é que a pessoa pode coordenar e dirigir uma escola se ela está no interior dando aula em Catu, Pojuca? Então, não consigo entender", criticou.

Horas depois, em entrevista ao telejornal "Bahia Meio Dia", ele anunciou a nomeação dos professores e coordenadores pedagógicos aprovados no concurso público realizado em 2018 para assumirem seus cargos. Segundo Rui, os novos professores e coordenadores pedagógicos irão atuar nos 77 Núcleos Territoriais de Educação (NTE), espalhados por Salvador e outros 26 municípios da Bahia.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br