Galeria de fotos

Não perca!!

Política

Coletiva de imprensa (Foto: Sheila Barretto/CN)
Coletiva de imprensa (Foto: Sheila Barretto/CN)

Em coletiva de imprensa, na manhã desta sexta-feira, 02, o presidente da Câmara, Oziel Araújo (PSDB), ladeado pelos vereadores das duas bancadas, respondeu à perguntas de alguns representantes da imprensa local, sobre as acusações do Ministério Público Estadual; sobre o despacho do Desembargador Jesivaldo Britto, presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, que o reconduziu ao cargo; sobre Camaçari estar sendo comparada à Brasília no âmbito da corrupção; sobre o que ele acha do combate à corrupção; sobre como reconstruir a imagem dos vereadores (ainda quo o processo continue seu curso) e, entre outras perguntas, à de porquê o vereador Bispo Jair "não entrou", feita por Paulo Cosme, do Conexão Cidade.

O Camaçari Fatos e Fotos (CFF) não foi chamado para a coletiva, apesar do que disse o presidente Oziel, que afirmou durante a entrevista, que chamou "todos os veículos que repercutiram a notícia". Mas se lá o CFF estivesse, diante da resposta dada sobre o vereador Bispo Jair "não aparecer", nossa pergunta teria sido uma repetição da pergunta do apresentador Paulo Cosme, ao presidente da Câmara, por não ter ficado claro para este portal o que foi tentado explicar, conforme do minuto 9m47 ao 10m31, da entrevista.

O presidente Oziel ainda diz na coletiva, que o que houve foi "uma montagem muito mal feita", que será desconstruída pela defesa dos vereadores, ele entre eles (9m20 ao 9m37). O que propõe que tanto a 7ª Promotoria, autora da denúncia, quanto a 1ª Vara da Fazenda Pública de Camaçari, que determinou seu afastamento, tanto da presidência quanto do mandato, teriam se deixado envolver pela "armação".

A entrevista, que se considerado a envergadura da denúncia, apesar das alegações de inocência, sobre as perguntas de alguns dos repórteres, mais pareceu "uma conversa de compadres", teve como um dos que se pode chamar de'melhores momentos', a pergunta feita, apesar da resposta, ao vereador Zé do Pão, sobre o vídeo dum seu ex-assessor, que o denunciou nas redes sociais, o acusando de ter usado sua conta para recebimento de 28 mil reais, autorizado também pelo presidente Oziel, que teria "resolvido um débito do então presidente José Marcelino".

Ao ser perguntado sobre como desconstruir a má imagem dos vereadores diante do escândalo, Oziel disse que "com muito trabalho e com a dignidade de todos", se referindo aos colegas parlamentares.

NOTA

Este portal não 'condena' nem 'absolve' pessoa alguma de entre os acusados. Apenas espera e trabalha para que os fatos sejam divulgados e a verdade enfim esclarecida, sem maqueamentos, seja em favor dos acusados ou dos acusadores - ou de quem quer que seja, que tenha interesse na questão.

Veja o vídeo, e a conclusão é sua.

Veja também:

Afastado o fantasma da cessação dos cargos de Oziel e Juliana; mas processos avançam na justiça

Camaçari protagoniza estrelato as avessas com matéria da Globo sobre denuncia do MP

Denúncia - Confira justificativas da Câmara para "manobra" de que é acusada pelo Ministério Público

Dizendo que a Sedur "precisa ser lavada", promotor diz que prisão da secretaria Juliana é prioridade

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Enquete

Qual seu candidato para presidente 2018?
 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br