Galeria de fotos

Não perca!!

Política

O ministro da Secretaria de governo, Carlos Marun, disse em entrevista que não foi e nem vai procurar as lideranças do PTB para que o partido indique outro nome para substituir o da deputada Cristiane Brasil (RJ) para o Ministério do Trabalho, por conta das inúmeras denúncias que existem contra ela, agora acrescidas pela informação de que é alvo de um inquérito que apura suspeitas de tráfico de drogas e associação para o tráfico durante a campanha eleitoral de 2010, noticiado pelo Estado.

"Os ataques são em função de um ativismo político de setores do Judiciário", desabafou o ministro, avisando que o presidente Michel Temer não abre mão da prerrogativa de nomear quem quiser.

"Nem fui, nem vou" levar nenhum notícia ao PTB, pedindo para trocar o nome de Cristiane Brasil, declarou Marun. Para defender a tese de que as pressões contra a deputada fazem parte deste ativismo, o ministro criticou a demora do inquérito que apura estas acusações de ligação dela com o tráfico. "Errou quem deixou inquérito parado tanto tempo", prosseguiu o ministro, lembrando que "a investigação levou sete anos sendo feita e não chegou a lugar nenhum justamente porque era fruto de ativismo político".

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br