Galeria de fotos

Não perca!!

Política

Na caminhada até a Igreja do Bonfim, o deputado estadual Marcelino Galo (PT) foi um dos aliados que puxaram o coro do "Volta Lula", ao lado de militantes, apoiadores e populares que o acompanhavam na saída da Igreja da Conceição da Praia, no bairro do Comércio, em Salvador. "É perceptível o anseio da população para o retorno do presidente Lula. A classe trabalhadora, os mais pobres e mesmo os pequenos e médios empresários, já não aguentam mais as ações deletérias dos golpistas, que comprometem nossa soberania nacional, retira direitos e inviabiliza nosso desenvolvimento inclusivo e sustentável", avaliou Galo, que também acompanhará, em Porto Alegre, no dia 24, o julgamento do ex-presidente Lula no Tribunal Regional Federal da 4a Região.

"Está clara, para a população, a perseguição de que o presidente Lula é vítima. É extremamente perigoso, nocivo à democracia e aos direitos dos cidadãos o uso de técnicas e métodos jurídicos para perseguir adversários do campo político e ideológico. Lula é inocente! Contra ele faltam provas, sobram mentiras, difamações e convicções parciais de quem, lamentavelmente, age politicamente e não tem compromisso com a verdade, com a democracia, a verdadeira Justiça e com o Brasil", enfatizou o parlamentar. O ex-presidente da Petrobrás, Sérgio Gabrielli, confirmou que a candidatura do ex-presidente Lula para as eleições deste ano vai acontecer - mesmo que ele seja condenado pela Justiça. "Se não houver absolvição, nós vamos protestar e vamos manter a candidatura do presidente Lula. Dia 25 o diretório nacional do PT se reúne e vai confirmar a candidatura do presidente Lula".

Gabrielli completou: "A única coisa que a gente pode esperar é a absolvição do ex-presidente Lula, porque não há crime e não há prova de nada do que ele tá sendo acusado. É uma sentença absolutamente indicativa, de presunções, e  portanto a única coisa que a gente pode esperar é a absolvição". Sobre o fato de a chefe de gabinete da presidência do TRF4 ter pedido, nas redes sociais, a prisão do ex-presidente Lula, ele afirmou: “Não só a chefia do gabinete pediu, como o próprio presidente do Tribunal, sem ler, disse que a sentença era irretocável. Então, é um tribunal absolutamente de exceção. A gente quer que haja justiça e a única maneira de ter justiça é a absolvição do presidente".

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br