Galeria de fotos

Não perca!!

Política

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, desembargador Carlos Eduardo Thompson, afirmou, ontem, que o recurso da defesa do ex-presidente Lula contra a decisão do juiz Sérgio Moro que o condenou a 9 anos e 6 meses de prisão deve ser julgado até agosto de 2018, antes portanto das eleições presidenciais. Em entrevista à rádio BandNews, o desembargador afirmou que ‘não há um prazo para a tramitação do processo’. Ele explicou que as defesas – além de Lula, o juiz Moro condenou outros réus da ação penal do caso triplex, inclusive o empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS – ainda devem apresentar embargos, que serão avaliados pelo próprio juiz federal da Lava Jato.

Somente após o parecer da primeira instância sobre este primeiro recurso, os advogados de Lula e o Ministério Público Federal poderão apelar para o TRF4. Na sentença em que condenou o ex-presidente Lula a nove anos e seis meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, o juiz federal Sérgio Moro reafirmou que pode ‘eventualmente’ ter errado no levantamento do sigilo dos grampos que pegaram o petista e sua sucessora, Dilma, em conversas pelo telefone em março de 2016. Na ocasião, Lula já era alvo de investigação da Operação Alethea, desdobramento da Lava Jato que o conduziu coercitivamente para depor na Polícia Federal.

 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br