Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Política

O PL justifica que “chamado indevido” são aquelas solicitações ou que não tenham como objetivo o atendimento de emergência ou “situação que venha justificar o acionamento”
O PL justifica que “chamado indevido” são aquelas solicitações ou que não tenham como objetivo o atendimento de emergência ou “situação que venha justificar o acionamento”
Imaginem se as pessoas que costumam passar trote para serviços de utilidade pública, como bombeiros, Samu, polícia, etc., fossem identificadas e obrigadas, por Lei, a ressarcir os custos pelo deslocamento de tais equipes de emergência? É o que pode ocorrer caso o projeto de lei que exige ressarcimento de quem passar trote para serviços telefônicos de emergências. A proposição que resguardar órgãos e instituições responsáveis pelas prestações de tais atendimentos, que constantemente são vítimas desse tipo de chamada indevida e deslocamentos desnecessários.

“Além de visar a recomposição dos prejuízos ao Estado, o projeto tem apelo pedagógico muito grande. Pois acredito que as pessoas vão refletir antes de fazer uma solicitação que não seja verdadeira até porque esse ato, com certeza vai gerar um custo”, disse o deputado estadual Adolfo Viana (PSDB), autor da proposta apresentada na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA). A intenção do parlamentar é de reduzir os trotes, com a adequação da lei.

O PL justifica que “chamado indevido” são aquelas solicitações ou que não tenham como objetivo o atendimento de emergência ou “situação que venha justificar o acionamento”. Serão poupados do ressarcimento apenas os casos de erro justificado pelo chamado. A cobrança seria na própria conta telefônica do usuário.

Atualmente, só para ilustrar, o telefone 192 do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) recebe diariamente cerca de 2 mil trotes. O dano é percebido não só pelos cofres públicos, mas pela própria população que deixa de receber um atendimento numa solicitação real por conta dos trotes.

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br