Galeria de fotos

Não perca!!

Policial

A falsificação e adulteração de sinais de identificação de veículos feitas por Márcio Reis dos Santos, de 42 anos, o Bradock, são tão bem feitas que apenas com uma perícia é possível descobrir as fraudes, segundo a polícia. Isso porque os processos eram feitos com base em manuais com os padrões de caracteres usados pelas montadoras dos veículos.

“Ele adultera todos os sinais, vidros e motor. O que ele faz só um perito ou alguém que entende muito de carro para  identificar que o veículo é roubado”, ressalta Getúlio Barbosa,  coordenador de investigação da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV).

Márcio foi preso em flagrante por investigadores da equipe Jaguar 12, na sexta-feira, 6, em um sítio, em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Com ele, os policiais apreenderam 40 manuais com os padrões de caracteres de veículos de 11 montadoras, além de diversos equipamentos usados nos processo de falsificação e adulteração, a exemplo de pinos para remarcar  o número do chassi. Em depoimento à polícia, Márcio disse que comprou os manuais na internet e aprendeu a fraude com um comparsa.

No flagrante

Quando os policiais chegaram ao sítio, Márcio adulterava o  chassi de um Toyota Hilux SRV prata de placa PJG-6200. A ocorrência do roubo desse carro foi registrada no dia 3 de outubro, na 27ª DT (Itinga). A Hilux exibia a placa falsa OZS-3060.

Os investigadores recuperaram também mais quatro veículos, sendo um Kia Sportage prata (JSI-2420) e um Renault Oroch verde (AZY-1933), ambos roubados e exibindo outras placas, além de um Ford Fiesta preto (OVY-8486) e uma moto Honda Bros NXR 150 preta (JSP-0573), que não tinham registro de roubo, mas sinais de adulteração.

Passado de assaltante

Antes, Márcio atuava com roubo a bancos. Ele foi preso e condenado a 15 anos de prisão, mas foi liberado após cumprir 8 anos. Depois, mudou para roubo de veículos, bem como falsificação e adulteração dos sinais de identificação dos mesmos, conforme a polícia. “Ele disse que não tem mais coragem para roubar banco”, contou Getúlio Barbosa.

Segundo ele, Márcio foi preso durante uma ação para investigar o aumento de roubo de caminhonetes em Lauro de Freitas. O muro alto da propriedade e o constante som de batidas vindo do local chamaram a tenção dos policiais, que prenderam Márcio após campana.

Vários modelos

Os manuais apreendidos pela polícia trazem modelos de 11 montadoras de carros: Audi, Mitsubishi, Citroën, Fiat, Ford, Kia, Nissan, Renault, Suzuki, Toyota e Volkswagen. Há também manuais identificados como Nacional Antigo, Nacional Estreito, Nacional Largo e Importado Argentino.

 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br