Galeria de Fotos

Não perca!!

Nacional

Ministro da Justiça, Sergio Moro (Foto: Reprodução)
Ministro da Justiça, Sergio Moro (Foto: Reprodução)

Veja perguntas e respostas sobre a ação policial que prendeu quatro pessoas

Menos de dois meses depois de iniciadas as investigações, a Polícia Federal (PF) prendeu nesta terça-feira (23) quatro pessoas suspeitas de invadir a conta no aplicativo Telegram do ministro da Justiça, Sergio Moro , do desembargador do TRF-2 Abel Gomes e de mais três autoridades. Na chamada Operação Spoofing, a polícia fez busca e apreensão em sete endereços dos investigados em São Paulo, Araraquara e Ribeirão Preto.

 

As ordens de prisão foram expedidas pelo juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, onde foi aberta a investigação. Depois de presos, os suspeitos — três homens e uma mulher — foram transferidos para a capital federal, e já na noite de desta terça-feira (23) a prestaram depoimento aos policiais.

Qual o objetivo da operação Spoofing, da Polícia Federal, que levou a prisão de quatro pessoas?
Obter provas relacionadas à invasão de contas do aplicativo Telegram utilizadas pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, o desembargador Abel Gomes (do Tribunal Regional Federal da 2ª Região); o juiz federal Flávio Lucas (da 18ª Vara Federal do Rio) e os delegados da PF Rafael Fernandes (lotado na Superintendência da Polícia Federal paulista) e Flávio Vieitez Reus (atua na PF de Campinas). O nome do procurador Deltan Dallagnol não consta no mandado de busca e apreensão.

A ação da PF tem relação com os vazamentos de conversas entre o ex-juiz Sergio Moro e coordenador da Operação Lava-Jato, Deltan Dallagnol, segundo divulgado pelo site The Intercept Brasil ?

Ainda não há indício de relação direta. Ainda assim, há suspeita de que os detidos tenham atuado na invasão da conta do ministro da Justiça, Sergio Moro, no aplicativo Telegram.

O que significa "Spoofing" ?
O nome faz referência a "um tipo de falsificação tecnológica que procura enganar uma rede ou uma pessoa fazendo-a acreditar que a fonte de uma informação é confiável quando, na realidade, não é".

Caller ID Spoofing é uma técnica que faz um celular, ou mesmo um computador ligado à rede de telefonia, fingir ser o smartphone com aquele determinado número. O hacker fingiu, por exemplo, estar com o número de Moro. Ou de Dallagnol.

A partir daí, o que mais provavelmente ocorreu foi que, com este simulador de celular operacional, requisitou ao Telegram fazer uma nova instalação do app. Como quem muda de smartphone, mantem o mesmo número, e reinstala o WhatsApp. O Telegram  pede um código de confirmação para permitir a instalação, que pode vir por SMS ou correio de voz.

O que se sabe sobre os presos?
Três dos quatro presos já foram identificados: Gustavo Henrique Elias Santos, de 28 anos, que trabalha como DJ e já respondeu por porte ilegal de arma; sua esposa, Suelem; e Walter Delgatti Neto. Outro suspeito é conhecido em Araraquara pelo envolvimento em golpes na internet.

O que a investigação pode esclarecer ?

Quem está por trás da invasão das contas do aplicativo de autoridades. Além disso, a polícia tenta descobrir se a ação foi planejada e organizada e sua motivação.

O que deve ser feito com os equipamentos apreendidos durante os mandados de busca e apreensão?

Os equipamentos passarão por perícia. A polícia fará uma devassa em todo o conteúdo de computadores e celulares. A ideia é vasculhar principalmente trocas de mensagens e descobrir eventuais números suspeitos com os quais os presos  se comunicavam.

Veja também:

Vaza Jato: Deltan via Flávio Bolsonaro como corrupto e temia que Moro abafasse o caso

Vaza Jato: Deltan sugeriu que Moro protegeria Flávio Bolsonaro para não desagradar o presidente

Glenn Greenwald: “Moro sabe que eu sei tudo que ele disse e fez. E sabe que vamos contar tudo”

Veja e Intercept revelam conversas entre Daltan e desembargador do TRF4 que aumentou pena de Lula

Moro reaparece ao lado de general e comemora Previdência

Reforma da Previdência: deputados votam emendas e destaques nesta quinta (11)

“Estamos diante de uma tragédia humanitária”, diz Eduardo Fagnani sobre a Previdência

Veja como votaram os deputados da Bahia no 1º turno da reforma

Câmara aprova reforma da Previdência que deixa os pobres mais longe da aposentadoria

Fábio Pannunzio alerta sobre ameaças contra Glenn Greenwald e equipe do Intercept

Fernando Brito: "A soberba" (de Moro)

Em diálogos, Moro revela conselho de Fausto Silva à Lava Jato

Veja aponta novos crimes de Moro contra Lula

Deputado do PSOL xinga Moro de “ladrão” e sessão na Câmara é encerrada

Âncora da Globo aponta crime de Moro na perseguição contra Greenwald

Vídeo - Pimenta cobra de Moro a entrega de seu celular para perícia

Moro será ouvido por três comissões na Câmara nesta terça, 02

"Menos gente, mais radicalismo", por Fernando Brito

Lava Jato desconfiou de empreiteiro pivô da prisão de Lula, diz jornal

Rui sobre Dallagnol: "Uma atitude tão perversa quanto a ditadura"

Glenn reforça autenticidade da Vaza Jato e responde ataques sobre edição do material

The Intercept divulga mensagens de procuradores criticando Moro

Veja publica primeira matéria da parceria com The Intercept e complica Sérgio Moro

A ‘Vaza Jato’ é um abalo na extrema-direita: só se derrota o autoritarismo desnudando suas entranhas

Greenwald diz na Câmara que áudios farão aliados de Moro se arrepender muito; jornalista diz que ex-juíz engana população com tática 'cínica'

STF decide manter Lula preso e adia análise de suspeita sobre Sergio Moro

Glenn Greenwald vai à Câmara falar do material que tem contra Moro e Dellangnol

Intercept vaza novos diálogos da Lava Jato; confira

Tijolaço, sobre o ex juiz no Senado: Moro produziu provas contra si mesmo

Wagner aperta e Moro admite deixar cargo caso todos os vazamentos sejam apresentados

Senadores de oposição desmontam estratégia de Moro, diz jornalista do Valor

Moro deturpa papel da imprensa e desafia jornalistas a 'entregarem material à polícia'

Intercept (novos trechos): Moro e MP “blindaram” FHC de acusação igual à de Lula

Entrevista - 'Temos um arquivo colossal' da Lava Jato, diz editor do Intercept

Intercept chama Moro de “mentiroso sociopata” e promete divulgar também áudios

Moro afirma que não reconhece autenticidade de mensagens de site

Novos trechos de conversas - Moro pediu para Lava Jato rebater defesa de Lula, diz Intercept

Vídeo - Em 1ª entrevista após caso Moro, Lula afirma à TVT que ex-juiz é mentiroso

Bolsonaro usará celular criptografado após vazamento de conversas de Moro

Lava Jato - Novo trecho de conversas envolve Moro, Dallagnol e ministro do STF

Como e por que o Intercept está publicando chats privados sobre a Lava Jato e Sergio Moro

“Ainda falta muita coisa para contar, e nós iremos”, informa editor do Intercept

“Podemos estar diante do maior escândalo da República”, diz Haddad sobre conluios revelados entre Moro e Dallagnol

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br