Galeria de fotos

Não perca!!

Nacional

Cirurgião disse que foi feita uma “lavagem exaustiva” dos órgãos para reduzir o risco de infecção (Foto: Reprodução | G1)
Cirurgião disse que foi feita uma “lavagem exaustiva” dos órgãos para reduzir o risco de infecção (Foto: Reprodução | G1)

A equipe médica que operou Jair Bolsonaro conversou com jornalistas por volta das 21h da noite desta quinta-feira (06) para falar da cirurgia a qual o candidato à Presidência da República foi submetido.

Segundo o cirurgião Luiz Henrique, um dos responsáveis pela operação, o candidato chegou ao hospital “em estado de choque” com muita perda de sangue.

Ele explicou que o intestino delgado foi costurado, mas o intestino grosso ainda não por causa do risco de infecção: “Foi feita uma colostomia”.

Além disso, acrescentou que foi feita uma “lavagem exaustiva” dos órgãos para reduzir o risco de infecção, pois houve contaminação por fezes.

O cirurgião Cícero Rena falou que o candidato “vai permanecer na UTI esta noite”. Segundo ele, o tempo de recuperação, segundo os médicos, é de dois meses.

Veja também:

Esquerda solidariza-se com Bolsonaro; direita hostilizou Lula depois dos atentados de março

Bolsonaro é esfaqueado durante ato de campanha em Juiz de Fora - Veja o vídeo

Homem que atacou Bolsonaro alegou 'questões pessoais'

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Enquete

Qual seu candidato para presidente 2018?
 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br