Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Nacional

Festa clandestina aconteceu em galpão na região de Santo Amaro, na zona sul da capital (Foto: Divulgação)
Festa clandestina aconteceu em galpão na região de Santo Amaro, na zona sul da capital (Foto: Divulgação)

Você que está aí lendo essa matéria, me conte: o que teria feito no último sábado (17) com R$ 2 mil? Ou até com um pouco menos: R$ 1.300? Teria pagado dívidas, comprado comida, alimentando alguém que passa fome, comprado medicamentos, reformado a casa, investido em algum projeto? E se fossem R$ 18 mil?

Certamente você faria a festa. Foi o que fizeram 1.500 pessoas, em Santo Amaro, na Grande São Paulo: um festa clandestina interrompida por uma Força Tarefa conjunta, formada pelo Procon-SP, Vigilância Sanitária estadual e municipal, Corpo de Bombeiros, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) em São Paulo, Polícia Civil, Militar, Guarda Municipal, entre outros.

Esses homens e mulheres, literalmente, pagaram até R$ 18 mil para participar de uma festa clandestina. Já seria absurdo em qualquer período, mas, durante uma pandemia e com milhares passando fome, mais que absurdo demonstra total falta de empatia, respeito pela vida, amor ao próximo.

Veja aqui matéria completa do Uol

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br