Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Nacional

Apesar de todas as evidências em contrário, o presidente insiste na tese de fraude no sistema eleitoral brasileiro, sem apresentar qualquer prova (Foto: Isac Nóbrega/PR)
Apesar de todas as evidências em contrário, o presidente insiste na tese de fraude no sistema eleitoral brasileiro, sem apresentar qualquer prova (Foto: Isac Nóbrega/PR)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que apresentará "provas de fraudes" nas eleições "na semana que vem". Segundo ele, se trata de fraude cometida nas eleições de 2014.

"Eu espero na semana que vem apresentar as provas de fraudes. Vamos apresentar uma fraude de 2014", disse o presidente em entrevista à rádio Itatiaia nesta terça-feira, 20.

"Eu só consegui ser eleito porque tive muito voto. Eu vou comprovar semana que vem que teve fraude nas eleições de 2014. Vão vir hackers para mostrar", completou.

A eleição presidencial de 2014 teve dois turnos. O segundo turno foi disputado pelos candidatos Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) – Dilma foi reeleita. À época, o PSDB chegou a pedir uma auditoria dos votos junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e não foi encontrada nenhuma evidência de que houve adulteração de programas, de votos ou mesmo qualquer indício de violação ao sigilo do voto no pleito.

O deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG) disse não haver indícios de fraude nas eleições presidenciais de 2014. Aécio afirmou ainda que os crimes em 2014 são de outra natureza daquelas que o Bolsonaro diz terem ocorrido.

“Não tenho nenhum indício que aponte para fraudes naquela eleição. Os crimes ali cometidos foram de outra ordem. Era sobre a utilização sem limites da máquina pública, as fake news, o disparo ilegal de ‘zaps’ dando conta de que, eu eleito, terminaria com todos os programas sociais do governo, a utilização da Caixa, Correios, Banco do Brasil”, disse o deputado.

Veja também:

TSE lança campanha para defender urna eletrônica

Adoção do semipresidencialismo no Brasil pode repetir história como farsa

Vale tudo contra Lula (de novo)

Contra impeachment, Lira articula semipresidencialismo

Bolsonaro deixa hospital sem máscara e diz que só Deus o tira da presidência

'Eleição vai haver, eu garanto', declara Barroso

Datafolha: 59% dizem que não votariam em Bolsonaro; rejeição de Lula é de 37%

'Já tá certo quem vai ser presidente. A gente vai deixar?', diz Bolsonaro

Vídeo - Sem provas, Bolsonaro insinua fraude e ameaça eleição de 2022

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br