Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Nacional

valiação do presidente é pior entre mulheres (67%), os mais pobres (68%), nordestinos (72%) e pretos (76%) (Foto: Reprodução)
valiação do presidente é pior entre mulheres (67%), os mais pobres (68%), nordestinos (72%) e pretos (76%) (Foto: Reprodução)

Bolsonaro é considerado incapaz de liderar o país por 63% dos brasileiros e, para 70% da população, há corrupção no seu governo, é o que a aponta a última pesquisa Datafolha.

A queda de popularidade e a desconfiança em torno do governo Bolsonaro têm crescido nos últimos meses. O novo levantamento mostra que 63% dos brasileiros veem Jair Bolsonaro como incapaz de liderar o país.

Sua avaliação é pior entre mulheres (67% acham que ele não pode liderar), os mais pobres (68%), nordestinos (72%) e pretos (76%).

Das 2.074 pessoas ouvidas de forma presencial em todo o país nos dias 7 e 8 de julho, 34% disseram o contrário. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Em abril de 2020, este índice era de 44%, contra 52% que julgavam o presidente da República como adequado para comandar a missão de governar o Brasil. Foram outras seis pesquisas depois, mas o resultado já se inverteu no levantamento seguinte.

Na última rodada, divulgada em maio deste ano, o presidente tinha a confiança de 38% dos entrevistados, enquanto 58% já não acreditavam na sua capacidade de liderança.

Já aqueles que acham que não há corrupção no governo federal perfazem 23% da amostra. Aqui, a crença na probidade do governo é maior entre homens (28%), pessoas com mais de 60 anos (29%), e os nichos evangélicos (30%) e moradores do Norte/Centro-Oeste (31%).

Perfil dos apoiadores

Bolsonaro tem uma avaliação melhor entre os mais velhos (41% de visão positiva), mais ricos (40%) e nas regiões onde tem mais apoiadores: Sul (42%) e Norte/Centro-Oeste (47%).

Bolsonaro tem uma avaliação melhor entre os mais velhos (41% de visão positiva), mais ricos (40%) e nas regiões onde têm mais apoiadores: Sul (42%) e Norte/Centro-Oeste (47%).

Para 63%, há corrupção na Saúde, ante 25% que a descartam e 12% que não sabem responder. A visão negativa é mais sustentada por quem tem curso superior (68%). Entre os entrevistados, 64% acreditam que Bolsonaro sabia dos problemas. Outros 25% não creem nisso e 11%, não opinaram.

Acreditam mais no presidente os jovens de 16 a 24 anos (72%), e os nordestinos (71%). Acreditam mais em que Bolsonaro nada sabia aqueles que ganham ente 5 e 10 salários mínimos (36%) e os empresários (44%).

O Datafolha também questionou os entrevistados acerca do conhecimento específico dos casos em apuração, e 70% disseram estar informados sobre eles, 22% bem, 34% mais ou menos e 9%, mal. Nesse grupo a taxa de quem acha que havia corrupção sobe para 77%, e chega a 85% entre aqueles que acham que Bolsonaro sabia de todo o esquema.

No geral, dentro daqueles que conhecem os casos, 74% avaliam que o presidente tinha conhecimento de tudo. Já os que confiam mais em Bolsonaro são majoritariamente aderentes da tese de que ele nada sabia (71%).

Por outro lado, os que defendem o impeachment do presidente (54%) são quase unânimes (89%) em achar o contrário, ou seja, que sim, ele tudo sabia.

Veja também:

'Eleição vai haver, eu garanto', declara Barroso

Surreal - Bolsonaro diz que Terra tem 271 átomos; por que ele está errado?

Datafolha: 59% dizem que não votariam em Bolsonaro; rejeição de Lula é de 37%

'Já tá certo quem vai ser presidente. A gente vai deixar?', diz Bolsonaro

Vídeo - Sem provas, Bolsonaro insinua fraude e ameaça eleição de 2022

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br