Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Nacional

Senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) ao lado do ex-assessor Fabrício Queiroz (Foto: Reprodução | Redes Sociais)
Senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) ao lado do ex-assessor Fabrício Queiroz (Foto: Reprodução | Redes Sociais)

A declaração foi feita em áudios enviados pelo Whatsapp, obtidos pela Folha S. Paulo

O ex-policial e ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), Fabrício Queiroz afirmou querer ser reintegrado ao partido do presidente Jair Bolsonaro para organizar a sigla no Rio de Janeiro. A declaração foi feita em áudios enviados pelo Whatsapp, que foram obtidos pela Folha S. Paulo.

"Resolvendo essa pica que está vindo na minha direção, se Deus quiser vou resolver, vamos ver se a gente assume esse partido aí. Eu e você de frente aí. Lapidar essa porra", afirmou Queiroz. "Torcendo para essa pica passar. Vamos ver no que vai dar isso aí para voltar a trabalhar, que já estou agoniado. Estou agoniado de estar com esse problema todo aí, atrasando a minha vida e da minha família, a porra toda".

Queiroz se oferece ainda para fazer a blindagem do presidente Jair Bolsonaro. "Politicamente, eu só posso ir para o partido. Trabalha isso aí com o chefe. Passando essa ventania, ficamos eu e você de frente. A gente nunca vi trair o cara. Ele sabe disso. E a gente blinda, a gente blinda legal essa porra aí. Espertalhão não vai se criar com a gente", disse.

Rogério Queiroz e Flávio Bolsonaro começaram a ser investigados pelo Ministério Público do Rio de Janeiro após o Coaf (Conselho de Controle das Atividades Financeiras) identificar movimentação de R$1,2 milhão nas contas do ex-assessor entre 2016 e 2017.

Confira o áudio

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br