Galeria de Fotos

Não perca!!

Nacional

Menino João Hélio, 6 anos, morto após ser arrastado por um carro (Foto: Reprodução)
Menino João Hélio, 6 anos, morto após ser arrastado por um carro (Foto: Reprodução)

Preso há 10 anos, Carlos Roberto ganhou da Justiça direito de cumprir pena em casa

Condenado a 39 anos de prisão, Carlos Roberto da Silva, um dos assassinos do menino João Hélio, 6 anos, morto após ser arrastado por um carro, ganhou o direito de cumprir o restante da pena em casa.

Ele foi autorizado pela Justiça do Rio de Janeiro a deixar cadeia nesta quinta-feira (29). Carlos Roberto ficou dez anos no presídio.

Em fevereiro de 2007, ele fez parte do bando que assaltou uma família em Oswaldo Cruz, na Zona Norte do Rio.

Mãe e filha conseguiram deixar o carro, mas João Hélio ficou preso ao cinto de segurança, do lado de fora do veículo.

A criança foi arrastada por 7 km, do lado de fora do carro, e morreu. Quatro criminosos foram condenados.

Nesta quinta, Carlos Roberto foi solto sem tornozeleira eletrônica. Ele tem cinco dias para se apresentar para que o equipamento seja instalado. Com informações são do G1.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br