Galeria de fotos

Não perca!!

Nacional

Depósito de R$ 100 mil na conta de Ronnie Lessa foi feito por ele próprio no banco, diz polícia
Depósito de R$ 100 mil na conta de Ronnie Lessa foi feito por ele próprio no banco, diz polícia

A Polícia Civil já sabe que o depósito de R$ 100 mil na conta de Ronnie Lessa, preso acusado de ter matado Marielle Franco e Anderson Gomes, foi feito pelo próprio suspeito em um banco. O depoimento dele é esperado nesta sexta-feira (15) na Divisão de Homicídios, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, sobre o duplo homicídio.

A quantia foi identificada e está presente em um relatório do Conselho de Atividades Financeiras (Coaf). O depósito foi feito no dia 9 de outubro de 2018 em uma agência do Itaú, também na Barra, onde Lessa morava até a última terça feira, quando foi preso.

O Ministério Público citou o relatório em um pedido de bloqueio dos bens de Lessa e do ex-PM Élcio Queiroz, também preso. O MP pediu o bloqueio para garantir a indenização por danos morais e materiais às famílias da vereadora e do motorista.

Além do relatório, o MP cita no pedido a lancha, apreendida em Angra dos Reis em nome de uma pessoa que seria “laranja” de Ronnie Lessa, os automóveis do PM reformado (um deles, um Infinity avaliado em R$ 150 mil), e a casa dele, localizada em um “condomínio luxuoso na Barra da Tijuca”. Tudo isso, segundo o Ministério Público, seria incompatível com a renda de um policial militar reformado.

O pedido de arresto foi aceito pelo juiz Gustavo Kalil, da 4ª Vara Criminal, na mesma decisão em que recebeu a denúncia do MP e decretou a prisão de Ronnie Lessa e Elcio Queiroz.

Advogado de Ronnie Lessa, Fernando Santana afirmou desconhecer esse depósito e disse que ainda vai conversar com seu cliente sobre o tema.

Depoimento

Lessa e Queiroz devem prestar depoimento nesta sexta-feira (15) sobre o atentado a Marielle e Anderson.

Na quinta (14), ambos foram levados para audiência de custódia em Benfica por terem sido presos em flagrante, na terça-feira (12), por posse ilegal de arma.

 

Veja também:

Bolsonaro e sargento suspeito de matar Marielle moravam na mesma rua, a 50 metros de distância

Após prisão de suspeitos, delegado do caso Marielle será afastado

Com homenagem a Marielle Franco, Mangueira vence carnaval do Rio

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br