Galeria de fotos

Não perca!!

Nacional

Pelos números do Ibope, a eleição deverá ser definida ainda hoje na Bahia, Acre, Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Goias, Maranhão, Pará, Paraná, Piauí e Tocantins (Foto: Reprodução)
Pelos números do Ibope, a eleição deverá ser definida ainda hoje na Bahia, Acre, Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Goias, Maranhão, Pará, Paraná, Piauí e Tocantins (Foto: Reprodução)

Confira o mapa eleitoral do Brasil com base nos números das pesquisas do Ibope

Os eleitores de pelo menos 11 estados brasileiros devem conhecer os novos governadores eleitos ainda hoje, é o que indicam pesquisas divulgadas pelo Ibope Inteligência nas 27 unidades da Federação entre a última quinta-feira (dia 4) e ontem à noite. Existe um cenário de indefinição, dentro da margem de erro, em outros quatro estados. As pesquisas indicam a realização de uma nova disputa eleitoral em 12 unidades da Federação.

Pelos números do Ibope, a eleição deverá ser definida ainda hoje na Bahia, Acre, Alagoas, Ceará, Espírito Santo, Goias, Maranhão, Pará, Paraná, Piauí e Tocantins.  No Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba e em Pernambuco existe a possibilidade, dentro da margem de erro das pesquisas, de definições ainda no primeiro turno, ou de prorrogações das disputas até o dia 28 de outubro, data prevista para a realização do segundo turno das eleições deste ano no Brasil.

Nos estados do Amapá, Amazonas,  Distrito Federal, Minas Gerais, Rio Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo e em Sergipe, os números indicam que haverá a necessidade da realização de uma nova eleição entre os dois candidatos mais bem posicionados nas pesquisas.

Para que uma eleição seja definida ainda em primeiro turno, um dos candidatos precisa receber mais de 50% dos votos válidos – quando se excluem da conta os eleitores que votam branco ou nulo. Os votos válidos são os que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) considera para definir os resultados da eleição e são os mesmos que são apresentados no processo de apuração do processo eleitoral.

Em São Paulo, maior colégio eleitoral do país, a eleição deve ir para o segundo turno, entre João Dória (PSDB) e Paulo Skaf (MDB).  Sergipe é o estado que promete a disputa mais apertada pelo primeiro lugar. Valadares Filho está em primeiro, com 34%, e Belivaldo (PSD) tem 33%. Eles empatam dentro da margem de erro. Entre os candidatos que devem ser eleitos em primeiro turno, o cearense Camilo Santana (PT) é o que deve ter o maior percentual de votos válidos, com 86%.

Aqui na Bahia
A Bahia está entre os estados que, de acordo com os dados do Ibope, deve ter o cenário definido ainda em primeiro turno. Candidato à reeleição, Rui Costa (PT) aparece com 77% dos votos válidos. Ele é seguido pelo ex-prefeito de Feira de Santana Zé Ronaldo (DEM), que tem 17% de intenções de votos. Em terceiro lugar está o ex-prefeito de Salvador João Henrique Carneiro (PRTB), com 2%.

A pesquisa foi realizada entre quinta-feira e ontem, com 2.002 eleitores. A margem de erro do levantamento é de 2 pontos percentuais, com um nível de confiança de 95%. O levamento, contratado pela TV Bahia, está registrado no Tribunal Regional Eleitoral da Bahia sob o protocolo Nº BA-07427/2018 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo Nº BR-07032/2018.

Disputa pela segunda vaga no Senado está indefinida
O ex-governador Jaques Wagner (PT) está em primeiro lugar na disputa por uma das duas vagas da Bahia no Senado Federal na eleição deste ano, indica a pesquisa Ibope/TV Bahia. No segundo lugar está o deputado federal Irmão Lázaro (PSC), seguido pelo presidente da Assembleia Legislativa (AL-BA), Angelo Coronel.

Wagner aparece com 33% dos votos válidos, enquanto Lázaro tem 22% e Coronel, 21%. Considerando-se a margem de erro de 2 pontos percentuais, os dois estariam empatados na disputa pela segunda vaga baiana.

O deputado federal Jutahy Magalhães Junior (PSDB) aparece na quarta colocação, com 10% dos votos válidos, seguido pelo Comandante Rangel(PSL) e Jorge Vianna (MDB), ambos com 3% de intenções de votos. Fabio Nogueira (PSOL) e  Marcos Mauricio (DC) aparecem empatados com 2% das intenções de votos. Adroaldo dos Santos (PCO), Celsinho Cotrim (PRTB) e Francisco José (Rede) estão empatados com 1%.

Jair Bolsonaro sobe para 41%
O candidato do PSL ao Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro, avançou na reta final do primeiro turno da campanha presidencial e chegou a 41% das intenções de votos válidos, aponta a pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada ontem. Em relação ao levantamento anterior, apresentado no dia 3, o presidenciável cresceu 3 pontos percentuais – ele tinha 38%.

Em segundo lugar, o candidato do PT, Fernando Haddad, caiu de 28% para 25% nos votos válidos. De acordo com a pesquisa, os eleitores devem levar Bolsonaro e Haddad para o segundo turno da disputa. Para a eleição acabar já neste domingo, um candidato precisaria ter 50% dos votos válidos mais um voto.

Na simulação de segundo turno, Bolsonaro teria 52% dos votos válidos e Haddad acabaria com 48%. Nesse cenário, os dois candidatos estão empatados tecnicamente no limite da margem de erro.

Ciro Gomes (PDT), que tentou avançar nos últimos dias como terceira via na disputa, oscilou 1 ponto para cima, de 12% para 13% no mesmo critério. O candidato Geraldo Alckmin (PSDB) ficou estacionado em 8% dos votos válidos. Marina Silva (Rede) oscilou de 4% para 3% e ficou numericamente empatada com o candidato João Amoêdo (Novo), que continua com 3%.

Henrique Meirelles (MDB), Alvaro Dias (Podemos) e Cabo Daciolo (Patriota) continuam com 2% dos votos válidos. Guilherme Boulos (PSOL) se mantém com 1%. Eymael (DC), Vera (PSTU) e João Goulart Filho (PPL) não pontuaram.

O Ibope ouviu 3.010 votantes. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Nos estados


Acre


Gladson Cameli (PP) - 54%
Marcus Alexandre (PT) - 35%

(Indicativo de vitória em primeiro turno)

Registro: BR‐01609/2018

Alagoas

Renan Filho (MDB) - 83%
Pinto de Luna (Pros) - 8%

(Indicativo de vitória em primeiro turno)

Registro: BR-09265/2018

Amapá

Capi 40 (PSB) - 36%
Waldez (PDT) - 26%
Davi (DEM) - 25%

(Indicativo de disputa em segundo turno)

Registro: BR-06697/2018

Amazonas

Amazonino Mendes (PDT) - 35%
Wilson Lima (PSC) - 32%

(Indicativo de disputa em segundo turno)

Registro: BR-01635/2018

Governo da Bahia

Rui Costa (PT) - 77%
Zé Ronaldo (DEM)- 17%
João Henrique Durval Carneiro (PRTB) - 2%
Célia Sacramento (REDE) - 1%
Marcos Mendes (PSOL) - 1%
Orlando Andrade (PCO) - 1%
João Santana (MDB) '- 1%

Rejeição

João Henrique Durval Carneiro (PRTB) 32%
Zé Ronaldo (DEM) 22%
João Santana (MDB) 19%
Célia Sacramento (REDE) 18%
Marcos Mendes (PSOL) 17%
Orlando Andrade (PCO) 15%
Rui Costa (PT) 15%
Poderia votar em todos (resposta espontânea) 7%
Não sabem ou preferem não opinar 22%

Senado

Jaques Wagner (PT) 33%
Irmão Lázaro (PSC) 22%
Angelo Coronel (PSD) 21%
Jutahy Magalhães Junior (PSDB) 10%
Comandante Rangel (PSL) 3%
Jorge Vianna (MDB) 3%
Fabio Nogueira (PSOL) 2%
Marcos Mauricio (DC) 2%
Adroaldo dos Santos (PCO) 1%
Celsinho Cotrim (PRTB) 1%
Francisco José (REDE) 1%

Ceará

Camilo Santana (PT) - 86%
General Theophilo (PSDB) - 9%

(Indicativo de vitória em primeiro turno)

Registro: BR-01915/2018

Distrito Federal

Ibaneis (MDB) - 43%
Eliana Pedrosa (Pros) - 14%
Rodrigo Rollemberg (PSB) - 12%

(Indicativo de segundo turno)

Registro: BR-07798/2018

Espírito Santo

Renato Casagrande (PSB): 63%
Carlos Manato (PSL): 14%

(Indicativo de vitória em primeiro turno)

Registro: BR‐01422/2018

Goiás

Ronaldo Caiado (DEM): 56%
Daniel Vilela (MDB): 17%
Zé Eliton (PSDB): 16%

(Indicativo de vitória em primeiro turno)

Registro: BR-01464/2018

Maranhão

Flávio Dino (PCdoB): 59%
Roseana Sarney (MDB): 32%

(Indicativo de vitória em primeiro turno)

Registro: BR-03151/2018

Mato Grosso

Mauro Mendes (DEM) - 53%
Wellington Fagundes (PR) - 23%

(Indefinição sobre segundo turno)

Registro: BR-05537/2018

Mato Grosso do Sul

Reinaldo Azambuja (PSDB) - 50%
Juiz Odilon (PDT) - 35%

(Indefinição sobre segundo turno)

Registro:  BR-03799/2018

Minas Gerais

Antônio Anastasia (PSDB) - 42%
Fernando Pimentel (PT) - 25%
Romeu Zema (Novo) - 23%

(Indicativo de segundo turno)

Registro: BR-01559/2018

Pará

Helder (MDB) - 54%
Márcio (DEM) - 25%

(Indicativo de vitória em primeiro turno)

Registro: BR‐00256/2018

Paraíba

João Azevêdo (PSB) - 49%
Zé Maranhão (MDB) - 31%

(Indefinição sobre segundo turno)

Registro: BR-00096/2018

Paraná


Ratinho Junior (PSD) - 57%
Cida Borghetti (PP) - 18%

(Indicativo de vitória em primeiro turno)

Registro: BR-05835/2018

Pernambuco

Paulo Câmara (PSB) - 51%
Armando Monteiro (PTB) - 37%

(Indefinição sobre segundo turno)


Registro: BR‐06946/2018

Piauí

Wellington Dias (PT)- 53%
Dr. Pessoa (Solidariedade) - 22%

(Indicativo de vitória em primeiro turno)

Rio de Janeiro

Eduardo Paes (DEM) - 32%
Romário Faria (Podemos) - 20%
Indio (PSD) - 12%

(Indicativo de segundo turno)


Registro: BR-08137/2018

Rio Grande do Norte

Fátima Bezerra (PT) - 45%
Carlos Eduardo (PDT) - 32%

(Indicativo de segundo turno)

Registro: BR‐02615/2018

Rio Grande do Sul

Eduardo Leite (PSDB): 38 %
José Ivo Sartori (MDB): 32 %

(Indicativo de segundo turno)

Registro: BR‐01489/2018

Rondônia

Expedito Junior (PSDB) - 43%
Maurão de Carvalho (MDB) - 18%
Acir Gurgacz (PDT) - 15%

(Indicativo de segundo turno)

Registro: BR-01039/2018

Roraima

Anchieta (PSDB) - 47%
Antônio Denarium (PSL) - 35%

(Indicativo de segundo turno)

Registro: BR-01615/2018

Santa Catarina

Mauro Mariani (MDB) - 31%
Gelson Merísio (PSD) - 29%
Décio Lima (PT) - 23%

(Indicativo de segundo turno)

São Paulo

João Doria (PSDB) - 32%
Paulo Skaf (MDB) - 30%

(Indicativo de segundo turno)

Sergipe

Valadares Filho (PSB) - 34%
Belivaldo (PSD) - 33%

(Indicativo de segundo turno)

Registro:  BR-04190/2018

Tocantins


Mauro Carlesse (PHS) - 57%
Carlos Amastha (PSB) - 34%

(Indicativo de vitória em primeiro turno)

Presidência da República

Jair Bolsonaro (PSL): 41%
Fernando Haddad (PT): 25%
Ciro Gomes (PDT): 13%
Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
João Amoêdo (NOVO): 3%
Marina Silva (REDE): 3%
Alvaro Dias (PODE): 2%
Cabo Daciolo (PATRI): 2%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Eymael (DC): 0%
Vera (PSTU): 0%
João Goulart Filho (PPL): 0%

Simulação de segundo turno


Jair Bolsonaro  (PSL) - 45%
Fernando Haddad (PT) - 41%
Brancos e nulos - 12%
Não sabem - 3%

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br