Galeria de fotos

Não perca!!

Nacional

Suspeita de 22 anos foi até a casa da vítima com um comparsa escondido no carro
Suspeita de 22 anos foi até a casa da vítima com um comparsa escondido no carro

Um encontro marcado pelo Tinder acabou em caso de polícia, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. O empresário Roberto Del Cima, de 69 anos, foi esfaqueado na noite desta terça-feira (30) dentro da própria casa, que fica no Condomínio Santa Mônica Jardins. Segundo o jornal Extra, ele teve vários cortes pelo corpo e está internado no Hospital Barra D'Or.

Ainda de acordo com a publicação, a  principal suspeita é uma mulher identificada apenas como Vivian, de 22 anos, que Roberto conheceu no aplicativo Tinder. O empresário queria conhecer a moça pessoalmente e resolveu marcar o encontra na residência dele. Vivian foi reconhecida por testemunhas que viram as fotos publicadas por ela no app.

"Ela é a autora do crime. Ela estava com um comparsa, que a gente está investigando e não chegamos à identificação ainda, mas já temos alguns indícios de quem ele é", disse o delegado Marcus Neves, titular da 16ª DP (Barra da Tijuca), responsável pelas investigações.

A Polícia Civil informou ao Extra que Vivian chegou de carro à casa de Roberto. O comparsa, que a ajudou no crime, estaria escondido dentro no porta-malas do veículo. Fotos mostram sangue no chão do quarto, no closet e no banheiro. Ainda segundo o Extra, eles levaram jóias, relógios e um laptop da residência.

Testemunha
A empregada doméstica da vítima contou à polícia que Vivian chegou por volta das 22h e jantou com seu patrão e, em seguida, foram para o quarto dele. Por volta de 1h30, ela ouviu Roberto gritar por socorro. Ao sair do quarto, a doméstica viu um homem andando pela escada e fugiu pelo telhado. Ela conta que andou por cima do muro da casa e correu até a portaria do prédio em busca de socorro.

A dupla fugiu em um Jeep Renegade branco e ainda está sendo procurada pela polícia. Imagens de câmeras de segurança foram solicitadas e perícia já foi realizada na casa. O empresário ainda não foi ouvido pela Polícia Civil, que também investiga se ele foi dopado.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Enquete

Pena de morte no Brasil
 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br