Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Nacional

O fechamento do parque Hopi Hari, em Vinhedo, interior de São Paulo, desde sexta-feira (2) alterou a rotina de comerciantes instalados em áreas próximas ao centro de lazer. A suspensão das atividades no parque foi decidida após acordo com o Ministério Público, para investigações da morte da adolescente Gabriela Yukari Nichimura, de 14 anos, que caiu do brinquedo La Tour Eiffel há nove dias.

Pelo acordo firmado com o MP, o parque vai ficar fechado por pelo menos 10 dias, para que sejam feitas vistorias nos brinquedos para saber se estão em condições de funcionamento e se oferecem segurança aos visitantes.

Os funcionários de um restaurante próximo ao Hopi Hari estão preocupados com a queda do número de clientes desde o acidente que matou a adolescente.

O taxista Ezequiel Santos, dono de uma frota de táxis executivos, transporta turistas ao Hopi Hari e calcula que o prejuízo diário deve chegar a R$ 1,5 mil.

Perícia
A perícia nos brinquedos do parque Hopi Hari deve começar na segunda-feira (5). Funcionários envolvidos com a manutenção devem ser colocados à disposição da equipe, que terá técnicos do Corpo de Bombeiros, do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea), promotores e Instituto de Criminalística (IC) de São Paulo. O parque terá que apresentar a documentação completa dos brinquedos. Caso o acordo seja descumprido, o Hopi Hari está sujeito a multa diária de R$ 95 mil.

Segundo a promotora, o La Tour Eiffel não tem prazo para ser liberado e um novo projeto de segurança terá que ser apresentado pelo Hopi Hari, já que o atual falhou. Um relatório final será produzido pela equipe técnica da força-tarefa, pedindo alterações no sistema de segurança de alguns brinquedos, caso sejam necessárias.

A assessoria de imprensa do Hopi Hari confirma que ficará fechado por dez dias para perícias e que os clientes que tiverem comprado ingressos para o período em que o parque ficar fechado devem entrar em contato pelo e-mail Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo. ou pelo telefone 0300-7895566. As informações são do G1.

 

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br