Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Internacional

Passado 24 horas, a mulher, que já estava na casa de James H Cole para funerais em Detroit, foi encontrada por funcionários do local viva e respirando (Foto: Reprodução)
Passado 24 horas, a mulher, que já estava na casa de James H Cole para funerais em Detroit, foi encontrada por funcionários do local viva e respirando (Foto: Reprodução)

De acordo com uma declaração do chefe dos bombeiros, os primeiros respondentes realizaram RCP e outros 'métodos de revivificação de vida' por 30 minutos e não houve resposta

No domingo (23), uma mulher de 20 anos, que não teve o nome divulgado, foi encontrada sem respirar em sua casa, em Southfield, Michigan (EUA), ela recebeu atendimento pelos paramédicos do Corpo de Bombeiros, foi levada para uma unidade pronto-socorro e foi declarada morta. Mas, após 24 horas, a jovem foi encontrada viva no necrotério. As informações são do jornal britânico DailyMail.

A família da jovem acionou o Corpo de Bombeiros de Southfield. De acordo com uma declaração do chefe dos bombeiros de Southfield, Johnny Menifee, os primeiros respondentes realizaram Reanimação Cardiopulmonar (RCP) e outros 'métodos de revivificação de vida' por 30 minutos.

"Dadas as leituras médicas e a condição da paciente, foi determinado na época que ela não apresentava sinais de vida", dizia o comunicado.

O porta-voz do condado de Oakland, William Mullan, disse ao DailyMail, por telefone, que depois de declarar a morte da mulher, os paramédicos seguiram o procedimento operacional padrão e contataram um médico do pronto-socorro de um hospital da área, que analisou os dados médicos do paciente e declarou seu falecimento.

Com base nas informações do corpo de bombeiros e do médico do pronto-socorro, um patologista forense entregou o corpo, que ainda estava em casa, diretamente à família para providências do funeral.  

Passado 24 horas, a mulher, que já estava na casa de James H Cole para funerais em Detroit, foi encontrada por funcionários do local viva e respirando. Os paramédicos do Corpo de Bombeiros foi acionado para levá-la até um hospital com frequência cardíaca de 80 batimentos por minuto. Não se sabe o estado de saúde atual.

A gestão do necrotério confirmou os fatos do caso em um comunicado ao DailyMail. A mãe da vítima também falou sobre o ocorrido para o jornal.

"Eu disse a eles:'Você está absolutamente, 100 por cento certo de que ela se foi?' Eles disseram: "Sim, senhora, ela se foi", contou ela. No entanto, várias horas depois, ela recebeu um telefonema da casa funerária dizendo que a filha estava viva e a caminho do hospital. "Eu disse:'O que você quer dizer? O que você quer dizer com ela está respirando? '[a equipe do necrotério] disse: 'Senhora, ela está no hospital".

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br