Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Internacional

Tiros contra um homem negro, fez eclodir uma onda de protestos na cidade de Kenosha, no estado de Wisconsin, nos Estados Unidos (Foto: Reprodução)
Tiros contra um homem negro, fez eclodir uma onda de protestos na cidade de Kenosha, no estado de Wisconsin, nos Estados Unidos (Foto: Reprodução)

Vídeo mostra momento de disparos contra Jacob Blake, que foi socorrido em estado grave

Mais um flagrante de abordagem violenta de policiais (a maioria brancos), dessa vez com tiros contra um homem negro, fez eclodir uma onda de protestos na cidade de Kenosha, no estado de Wisconsin, nos Estados Unidos.

Jacob Blake foi atingido várias vezes, parte dos tiros pelas costas, neste domingo (23). O caso aconteceu por volta das 17h (horário local) enquanto os policiais respondiam a um "incidente doméstico".

Um vídeo mostra Blake sendo levado até um carro enquanto é seguido por dois policiais armados.

Após o homem abrir a porta do veículo, os agentes de segurança começam a atirar. Uma mulher que estava ao lado do carro se desespera. Blake foi levado para o hospital em estado grave.

O Departamento de Polícia de Kenosha não explicou o que teria levado os agentes a disparar. O caso será investigado pelo Departamento de Justiça de Wisconsin.

Na noite de domingo, carros e caminhões foram incendiados e centenas de pessoas se reuniram em torno da sede da polícia de Kenosha para protestar contra a ação.

Os policiais usaram gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes na madrugada desta segunda-feira (24).

As autoridades locais declararam toque de recolher de emergência durante a noite.

Em uma rede social, o governador de Wisconsin, Tony Evers, afirmou que Blake foi "baleado nas costas várias vezes, em plena luz do dia".

"Embora não tenhamos todos os detalhes ainda, o que sabemos com certeza é que ele não é o primeiro homem negro ou pessoa a ser baleada, ferida ou impiedosamente morta nas mãos de indivíduos que fazem cumprir a lei em nosso estado ou país", afirmou Evers.

Há muitos protestos nos EUA contra a brutalidade policial e racismo desde a morte, em 25 de maio, de George Floyd. Negro, o homem morreu após ter o joelho de um policial branco pressionado contra seu pescoço durante quase nove minutos. Imagens da ação policial gravadas por pessoas que estavam próximas e que mostram Floyd gritando "Não consigo respirar" viralizaram.

As informações são do G1.

Vídeo

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br