Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Internacional

Catedral de Nossa Senhora de Kazan, em São Petersburgo, às 23h locais desta quinta (21) (Gabriel Rodrigues/CORREIO)
Catedral de Nossa Senhora de Kazan, em São Petersburgo, às 23h locais desta quinta (21) (Gabriel Rodrigues/CORREIO)

Já imaginou viver em uma cidade em que o sol nunca se põe totalmente? É assim em São Petersburgo, palco do segundo jogo da Seleção Brasileira, na sexta (22), às 9h, contra a Costa Rica.

Fundada pelo czar Pedro, o Grande, em 1703, São Petersburgo foi a capital do Império Russo até 1918 e, ao longo do tempo, foi chamada de Petrogrado e Leningrado. A cidade encanta pela sua beleza e arquitetura, mas é no mês de junho que moradores e visitantes podem presenciar o fenômeno chamado de noites brancas.

Por conta da proximidade com o circulo polar ártico, nas datas próximas ao solstício de verão, em junho, o sol começa a se pôr apenas a partir das 22h. Mas o crepúsculo dura a noite inteira e a claridade se mantém durante 24 horas. Boa oportunidade para quem quer aproveitar todo o tempo possível.

“É algo que não existe no Brasil. Pra mim, São Petersburgo é uma cidade muito mais bonita do que outras capitais da Europa, como Roma e Paris. Esse fenômeno deixa a cidade ainda melhor”, diz o engenheiro baiano Lucas Barreto, que está no país para acompanhar a Copa do Mundo.

O Sol se põe em São Petersburgo, mas já são 22h locais (foto: Gabriel Rodrigues/CORREIO)
O Sol se põe em São Petersburgo, mas já são 22h locais (foto: Gabriel Rodrigues/CORREIO)

Preocupação

Se para alguns um tempo a mais de sol significa diversão extra, para outros o fenômeno é motivo de preocupação. A comissão técnica da Seleção Brasileira tem orientado os jogadores a tomarem cuidado com a falsa impressão de dia e que não fiquem até tarde no celular. Tudo para que os atletas cheguem inteiros durante as partidas.

Capitão na partida de hoje, Thiago Silva é um dos atletas que se mostra incomodado com o dia mais longo.

“É um pouco difícil porque não estamos acostumados a esse tipo de situação. Mas o Fábio (Mahseredjian, preparador físico da Seleção Brasileira) falou com cada jogador sobre esse tema. Ontem (quarta, dia 20) chegamos um pouquinho tarde e alguns ainda fizeram fisioterapia. Por volta de 1h30, já estava clareando. A orientação é não ficar no celular, em iPad, falando com as pessoas no Brasil, que isso vai atrasar nosso sono”, explicou.

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br