Galeria de fotos

Não perca!!

Internacional

Meios de comunicação da Rússia afirmaram nesta sexta-feira que se os EUA têm a "mãe de todas as bombas", a Rússia tem o "pai de todas as bombas", superior à do outro país. Os "apelidos" são em referência a armamentos não nucleares que os dois países têm desenvolvido. A comparação foi publicada em matérias das agências de notícias RT e Sputnik um dia após os americanos usarem seu explosivo.

Na quinta, os EUA divulgaram que detonaram um explosivo  GBU-43/B MOAB (Massive Ordnance Air Blast bomb), no Afeganistão. A operação era para atacar uma base do Estado Islâmico e foi a primeira vez que este tipo de armamento foi usado em combate.

A bomba americana tem 9,5 toneladas e poder suficiente para destruir instalações subterrâneas. Desenvolvido durante a Guerra do Iraque, havia passado por testes, com sucesso, em 2003. Segundo o Afeganistão, a explosão de ontem matou ao menos 36 membros do Estado Islâmico- o grupo terrorista negou.

Na Rússia, foi lembrado que o país tem também seu explosivo não-nuclear - e que é mais potente que o dos americanos. O Aviation Thermobaric Bomb of Increased Power (ATBIP) tem poder de detonação de 44 toneladas contra 11 toneladas do TNT, segundo o RT. Com isso, o raio de ação também seria maior: 300 metros da bomba russa contra 140 metros da americana, de acordo com o Sputnik. O armamento foi desenvolvido nos anos 2000 e testado com sucesso em 2007.

 

 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br