Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Internacional

A melhor forma de combater o preconceito é através da informação e da inclusão destas pessoas especiais na sociedade
A melhor forma de combater o preconceito é através da informação e da inclusão destas pessoas especiais na sociedade

Esta quarta-feira, 21 de março, não é um dia como outro qualquer. É um momento de refletir e conscientizar a população sobre a importância do direito inerente às pessoas com síndrome de Down de desfrutarem uma vida digna e plena, como membros ativos e valorizados na sociedade.

O Dia Internacional da Síndrome de Down, criado pela Down Syndrome International em 2006, teve esta data escolhida para representar a singularidade da triplicação (trissomia) do cromossomo 21 que causa esta ocorrência genética.

Em todo o mundo, inclusive no Brasil, há pessoas com Síndrome de Down trabalhando, estudando, casando, vivendo sozinhas e chegando à universidade. A melhor forma de combater o preconceito é através da informação e da inclusão destas pessoas especiais na sociedade.

O que é a Síndrome de Down

A Síndrome de Down é um evento genético natural e universal, que pode ocorrer em todas as raças e classes sociais. Por motivos ainda desconhecidos, durante o desenvolvimento das células do embrião são formados 47 cromossomos no lugar dos 46 que se formam normalmente. Esse material genético em excesso se encontra localizado no par de cromossomos 21, e altera o desenvolvimento regular da criança. Para confirmar o diagnóstico de síndrome de Down é necessário fazer um exame genético, chamado cariótipo.

Vale ressaltar que a síndrome, registrada aproximadamente em 1 de cada 700 nascimentos, não é uma doença.

Características

As três principais características da síndrome de Down são a hipotonia (flacidez muscular, o bebê é mais molinho), o comprometimento intelectual (a pessoa aprende mais devagar) e o fenótipo (aparência física). Alguns dos traços físicos são olhos amendoados, uma linha única na palma de uma ou das duas mãos, dedos curtinhos, entre outros.

Expectativa de vida


Devido aos avanços da medicina, atualmente, é cada vez mais comum pessoas com Síndrome de Down chegarem aos 60, 70 anos, ou seja, uma expectativa de vida muito parecida com a da população em geral.

*Com informações do site deficiente.com.br

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br