Galeria de fotos

Não perca!!

Esportes

Se passar pelo México, o Brasil enfrentará nas quartas de final Bélgica ou Japão, que jogam também nesta segunda (Foto: Reprodução)
Se passar pelo México, o Brasil enfrentará nas quartas de final Bélgica ou Japão, que jogam também nesta segunda (Foto: Reprodução)

Adversário da Seleção, México venceu a Alemanha na primeira rodada e abriu o caminho para as surpresas da Copa

Historicamente, o torcedor brasileiro tem motivos de sobra para acreditar numa classificação para as quartas de final, nesta segunda-feira (2), diante do México, às 11h, em Samara. Em Copas, foram três triunfos do Brasil e um empate em quatro jogos; e, nos últimos seis Mundiais, os mexicanos foram eliminados nas oitavas de final em todos.

Mas a Copa do Mundo da Rússia tem mostrado um outro lado que serve de alerta para a seleção brasileira. As zebras têm aparecido constantemente e o México foi um dos pioneiros, ao vencer a atual campeã Alemanha na primeira rodada, por 1x0. Resultados improváveis têm se tornado comuns, como os empates por 1x1 entre Argentina e Islândia e por 2x2 entre Espanha e Marrocos, as derrotas da Alemanha para a Coreia do Sul por 2x0 e da Colômbia para o Japão por 2x1, e por último a eliminação dos espanhóis, domingo (1º), nos pênaltis, diante da Rússia.

Pela primeira vez, a Rússia passou de fase em uma Copa do Mundo e já garantiu pelo menos o oitavo lugar por ter chegado às quartas de final. Enquanto foi União Soviética, entre as Copas de 1930 e 1990, o melhor resultado foi um quarto lugar em 1966, tendo sido eliminada pela Alemanha na semifinal.

Dos sete campeões mundiais que iniciaram a competição, três já se despediram: Alemanha, Argentina e Espanha. França, Uruguai e Inglaterra, além do Brasil, sobrevivem. A Itália sequer passou pelas eliminatórias europeias.

Para evitar que o Brasil seja mais uma vítima, Tite quer que a equipe mantenha, no mínimo, o nível de atuação do triunfo por 2x0 sobre a Sérvia, na terceira rodada da fase de grupos. 

“Vou falar minha expectativa como técnico: que a equipe repita o padrão do último jogo, daí para mais. Não vou fugir da minha responsabilidade. É de reproduzir o aspecto técnico, tático, físico, emocional, porque é decisivo. Nesses aspectos táticos, vamos segurar um pouco a vocês. Sei da qualidade de todo o trabalho da seleção mexicana. Não vou trazer minuciosamente situações específicas”.

Com a confirmação de Filipe Luís no lugar de Marcelo, o Brasil vai a campo com Alisson, Fagner, Thiago Silva, Miranda e FIlipe Luís; Casemiro, Paulinho e Coutinho; Willian, Gabriel Jesus e Neymar.

O México deve ter a mesma equipe que venceu a Alemanha na estreia, com Ochoa, Salcedo, Ayala, Hector Moreno e Gallardo; Herrera, Guardado e Layún; Vela, Chicharito e Lozano.

Se passar pelo México, o Brasil enfrentará nas quartas de final Bélgica ou Japão, que jogam também nesta segunda, às 15h, em Rostov.

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br