Galeria de fotos

Não perca!!

Esportes

Ao todo, são 15 denunciados; Vitória corre risco de rebaixamento no Campeonato Baiano (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)
Ao todo, são 15 denunciados; Vitória corre risco de rebaixamento no Campeonato Baiano (Foto: Arisson Marinho/CORREIO)

Nesta terça-feira (27), a partir das 18h, Bahia e Vitória estarão frente a frente novamente, mas dessa vez fora de campo. Os olhares atentos estarão voltados para o Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol da Bahia (TJD-BA), que julgará os denunciados no clássico realizado no dia 18 de fevereiro. A sessão será na sede da entidade, no Palácio dos Esportes, na Praça Castro Alves.

 

Ao todo, são 15 denunciados. Do lado tricolor, quatro atletas: o meia Vinícius, por “comemorar com gestos obscenos” em frente à torcida do Vitória, cuja punição prevista varia de duas a seis partidas; o zagueiro Lucas Fonseca, por “ato desleal e hostil”, com pena de uma a três partidas; além do volante Edson e Rodrigo Becão, ambos por agressão, o que pode gerar pena de quatro a 12 partidas.

Nesta terça-feira (27), a partir das 18h, Bahia e Vitória estarão frente a frente novamente, mas dessa vez fora de campo. Os olhares atentos estarão voltados para o Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol da Bahia (TJD-BA), que julgará os denunciados no clássico realizado no dia 18 de fevereiro. A sessão será na sede da entidade, no Palácio dos Esportes, na Praça Castro Alves.

Ao todo, são 15 denunciados. Do lado tricolor, quatro atletas: o meia Vinícius, por “comemorar com gestos obscenos” em frente à torcida do Vitória, cuja punição prevista varia de duas a seis partidas; o zagueiro Lucas Fonseca, por “ato desleal e hostil”, com pena de uma a três partidas; além do volante Edson e Rodrigo Becão, ambos por agressão, o que pode gerar pena de quatro a 12 partidas.

Já pelo lado rubro-negro, o número de denunciados é maior: 11. O próprio Esporte Clube Vitória será julgado, sob acusação de “provocar suspensão do jogo causando prejuízo desportivo a terceiros”, o que pode acarretar na desclassificação do Campeonato Baiano 2018 e rebaixamento para a Série B do estadual, além de multa de até R$ 100 mil.

Outros cinco responderão por dar fim à partida de forma precoce e podem pegar de um a seis jogos de suspensão. São eles o supervisor Mário Silva, o técnico Vagner Mancini, o atacante André Lima e os zagueiros Ramon e Bruno Bispo. O técnico negou publicamente que o pedido de expulsão tenha partido dele e garantiu ser uma decisão exclusivamente do atleta, mas o tribunal teve acesso a leituras labiais feitas por intérpretes de Libras (língua brasileira de sinais) que apontam o oposto e usará as imagens no julgamento do treinador.

Já pela briga generalizada, serão julgados Yago, Rhayner, Denilson e Kanu, todos por agressão. O zagueiro tem o agravante de também ser denunciado por ameaça e pode pagar multa que varia de R$ 100 a R$ 100 mil.

O goleiro Fernando Miguel também responderá por “ato hostil” e pode ser suspenso de um a três jogos. Ele partiu em direção a Vinícius após a comemoração e segurou o jogador do Bahia pela camisa e pelo pescoço.

Quem julgará?
O julgamento será realizado pela 1ª Comissão Disciplinar do tribunal desportivo, composta inicialmente por cinco auditores, sendo que cada um terá um voto para a sentença. No entanto, o auditor Marcos Bomfim declarou-se impedido, por já ter defendido o zagueiro Lucas Fonseca em um processo anterior, contra o Bahia. Com isso, restam quatro. O presidente da sessão será Jaime Barreiros Neto; os demais auditores serão Silvio Quadros Mercês (decano), Marcos Melo e Maurício Saporito.

Todas as denúncias oferecidas pelo procurador Hermes Hilarião terão que ser julgadas na mesma sessão. Cada audiência será aberta com a apresentação das provas a partir da súmula do árbitro Jailson Macedo Freitas, das imagens da transmissão da partida e de testemunhas solicitadas. Os clubes e os profissionais envolvidos apresentarão suas defesas no próprio julgamento.

Todos poderão recorrer das sentenças. Se houver recurso, o julgamento em segunda instância será no tribunal pleno do TJD-BA. Em caso de novo recurso, irá para o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Quais são as denúncias e as possíveis penas?
Esporte Clube Vitória:

Denúncia: Provocar suspensão do jogo causando prejuízo desportivo a terceiros.
Pena: Desclassificação do Campeonato Baiano 2018, rebaixamento para a Série B do Campeonato Baiano e multa de até R$ 100 mil.

Vinícius (Bahia)
Denúncia: Comemorar com gestos obscenos.
Pena: 2 a 6 partidas.

Fernando Miguel (Vitória) / Lucas Fonseca (Bahia)
Denúncia: Ato hostil.
Pena: 1 a 3 partidas.

Kanu (Vitória)
Denúncia: Agressão + ameaça.
Pena: 4 a 12 partidas + Multa de R$ 100 a R$ 100 mil. Yago/ Denilson / Rhayner (Vitória) / Edson / Rodrigo Becão (Bahia)
Denúncia: Agressão.
Pena: 4 a 12 partidas.

Vagner Mancini / André Lima / Bruno Bispo / Ramon / Mário Silva (Vitória)
Denúncia: Ferir ética disciplinar/suspender jogo.
Pena: 1 a 6 partidas.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Enquete

Qual seu candidato para presidente 2018?
 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br