Galeria de fotos

Não perca!!

Esportes

"Satisfeito". Assim resumiu o diretor de futebol Petkovic quando foi perguntado sobre o seu sentimento em relação ao trabalho do técnico Alexandre Gallo no Vitória.

O treinador assumiu o time na 5ª rodada do Campeonato Brasileiro e estreou com derrota diante do São Paulo, por 2x0, no Morumbi. Ao todo, comandou a equipe rubro-negra em nove rodadas, com três triunfos, dois empates e quatro derrotas, o que dá um aproveitamento de 40,7%. Dos 27 pontos disputados com Gallo à frente, o Leão conquistou onze.

"Fora os últimos 20 minutos, o desempenho geral deixa a gente muito satisfeito. Fizemos um grande jogo no clássico contra o Bahia. Futebol é isso, jogo toda semana. Se você tivesse feito essa pergunta antes dos últimos 25 minutos do jogo, não teria nenhuma queixa para fazer", analisou Pet, que admitiu frustração com a goleada sofrida para o Vasco, por 4x1, quarta-feira (12), no Barradão.

"Não acho que tenha frustrado somente o torcedor, frustrou todo mundo. A gente não esperava que terminasse do jeito que terminou. Principalmente pelo que fizemos no primeiro tempo. Tomamos um gol de má sorte. Tivemos muito mais volume, o goleiro deles teve muito mérito. Depois do empate, pelo que aconteceu no jogo, nossa dedicação, ninguém imaginou que teria uma grande reviravolta. Seriam três pontos muito importantes, era um adversário direto, um jogo de praticamente seis pontos. Bom, é difícil de comentar, mas tem que levantar a cabeça, esquecer logo. Se tivesse ganho o jogo seriam três pontos a mais, 14ª colocação momentânea e estaria tudo bem. Mas não está tudo bem. Acho que foi o pior jogo que a gente jogou no campeonato. Principalmente os 20 minutos finais", completou.

Tem treta?
Pet esclareceu uma possível rusga entre o técnico e o volante Uillian Correia, que desabafou com a imprensa após fazer o gol da vitória por 2x1 contra o Atlético Goianiense, no último dia 8, e disse ter ficado chateado por estar no banco de reservas.

"Todo assunto que se trata de futebol profissional eu entro, fico por dentro, porque acompanho tudo. É responsabilidade de meu cargo. São boatos, não tem relação, nossos assuntos a gente resolve aqui dentro. A escolha de quem começa, ou quem entra, são circunstâncias táticas, escolhas do treinador. Essas coisas dependem de como o jogo se desenvolve. Não só no lado técnico e tático, como no lado físico, como aconteceu contra o Atlético Goianiense. Essas coisas estão todas bem controladas", garante.

Por fim, o diretor disse que tem se esforçado para contratar reforços e revelou que pretende trazer mais dois ou três atletas para o término da temporada. "A conversa com reforços é contínua. A formação do elenco se faz em muito tempo, em meses, então a gente está formando elenco não só para este ano, mas para o ano que vem. Mesmo com a janela fechada, você tem contratação para ano que vem. O planejamento é feito para os próximos três anos, esse e mais dois. Algumas coisas são dadas prioridades para jogadores estrangeiros, que a janela já fecha agora. Existem muitos fatores: se o jogador está jogando muito bem é mais difícil trazer ele, por isso tudo tem que ser feito com antecedência. Teve jogadores que a gente queria, mas acabaram optando por outros clubes", finalizou Petkovic.

 

 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br