Galeria de fotos

Não perca!!

Educação

Professores iniciaram greve após governador cancelar reunião (Foto: Divulgação)
Professores iniciaram greve após governador cancelar reunião (Foto: Divulgação)

Professores de três  universidades estaduais iniciaram greve nesta terça-feira, 9, em todos os campi das instituições, após o governador Rui Costa cancelar reunião com docentes.

A Universidade Estadual da Bahia (Uneb), Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e a Universidade Estadual do Sul da Bahia (Uesb) aderiram a greve. Já a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) permance em estado de greve.

De acordo com Ronalda Barreto, coordenadora geral da Associação dos Docentes da Universidade do Estado da Bahia (Aduneb), o governador teria desmarcado uma reunião com os professores, nesta segunda, 8, e realizado com os reitores, onde ficou decidido a liberação da verba de R$ 36 milhões.

"Nessa reunião com os reitores, ele anuncia na imprensa dizendo que liberou R$ 36 milhões para as quatro universidades estaduais da Bahia. Na verdade ele liberou um recurso que estava previsto, então não fez nenhum favor", explica Ronalda.

Reivindicação dos professores

Destinação de, no mínimo, 7% da Receita Líquida de Impostos (RLI) do Estado da Bahia para o orçamento anual das universidades estaduais. Atualmente, esse índice é de aproximadamente 5%, segundo categoria;
Reposição integral da inflação do período de 2015 a 2017, em uma única parcela, com índice igual ou superior ao IPCA;
Reajuste de 5,5% ao ano no salário base dos docentes para garantir a política de recuperação salarial, referente aos anos de 2015, 2016 e 2017;
Cumprimento dos direitos trabalhistas, a exemplo das promoções na carreira, progressões e mudança de regime de trabalho. Atualmente, conforme categoria, só na Uneb, mais de 400 professores possuem seus direitos à promoção negados pelo Estado;
Ampliação e desvinculação de vaga/classe do quadro de cargos de provimento permanente do Magistério Público das Universidades do Estado da Bahia.

O Portal A TARDE entrou em contato com a assessoria do Governo do Estado, que informou ainda não ter um posicionamento sobre a situação.

Veja também:

Professores da Uneb e Uesb entram em greve por tempo indeterminado; confira

Policiais civis, federais e rodoviários federais protestam no aeroporto de Salvador

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br