Galeria de fotos

Não perca!!

Educação

Em Camaçari, a categoria se reuniu durante a manhã, no pátio da Prefeitura (Foto: CFF/Adriana Lopes)
Em Camaçari, a categoria se reuniu durante a manhã, no pátio da Prefeitura (Foto: CFF/Adriana Lopes)

Uma mobilização nacional em prol da educação e valorização profissional dos professores teve início nesta manhã (14) e se estenderá até sexta-feira (16). De acordo com o site do Sispec (Sindicato dos Professores e Professores da Rede Pública Municipal de Camaçari), as escolas públicas de todo o Brasil irão parar durante os três dias.

Em Camaçari, a categoria se reuniu durante a manhã, no pátio da Prefeitura, juntamente com os servidores públicos municipais que estão em greve desde a última semana. No âmbito local, os educadores exigem implementação do auxílio saúde; garantia de segurança nas unidades escolares; adequação do número de funcionários ao porte das escolas; adequação do número de funcionários ao porte das escolas; discussão, votação e implementação do Plano Municipal de Educação; manutenção da paridade de reajuste entre ativos e inativos; revisão do PCCV com manutenção de direitos e ampliação dos mesmos; destinação de 10% da isenção dada às empresas aqui instaladas e que venham a se instalar para a educação pública no município.

“As empresas vem, ficam anos e depois vão embora sem investir na educação. O Sispec também está solidário aos professores de outros estados que recebem abaixo do piso salarial”, explicou o presidente do sindicato, Jorge Freitas.

O movimento é iniciativa da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) para exigir o cumprimento do piso salarial, que teve reajuste de 22% no final de fevereiro deste ano. Com o reajuste, o valor, que ainda não foi aplicado na Bahia, subiu de R$ 1.187 para R$ 1.451, apenas R$ 39 a menos que professores da rede municipal que possuem curso superior (R$ 1.490).

Também faz parte das reivindicações o envio de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para o segmento educacional e plano de saúde para os professores da rede municipal de ensino.

Saiba mais sobre: Educação

Jorge Freitas, presidente do sindicato (Foto: CFF/Adriana Lopes)
Jorge Freitas, presidente do sindicato (Foto: CFF/Adriana Lopes)

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br