Galeria de fotos

Não perca!!

Economia

Para o trabalhador em geral, uma das grandes expectativas, com a chegada do final do ano, é com relação ao pagamento do décimo terceiro salário – a primeira parcela deve ser paga pelas empresas até o próximo dia 30. Também chamada de gratificação natalina, essa remuneração, aqui na Bahia, deve injetar na economia o valor de R$ 8,57 bilhões até dezembro, mês em que a segunda parcela deve ser paga (até o dia 20).

Ainda conforme o levantamento, divulgado ontem pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), estima-se que 4,7 milhões de baianos recebam o 13º salário, o que equivale a 5,61% do total nacional e a 25,95% da Região Nordeste. Do total de pessoas que vão receber a gratificação, 48% dos beneficiados serão do trabalho formal e os outros 52% são de aposentados e pensionistas. Cada um desses deve receber, em média, o valor de R$ 1.711,95.

Com relação aos valores que cada segmento deve receber, o Dieese apontou que os empregados formalizados ficam com 61,6% (R$ 5,27 bilhões) e os beneficiários do INSS, com 31,9% (R$ 2,73 bilhões), enquanto aos aposentados e pensionistas do Regime Próprio do estado caberão 5,74% (R$ 492,5 milhões) e aos do Regime Próprio dos municípios, 0,8%. À nível de Brasil, estima-se que deverão ser injetados na economia brasileira mais de R$ 200 bilhões. Ao todo, Cerca de 83,3 milhões de brasileiros serão beneficiados com um rendimento adicional, em média, de R$ 2.251.

Ainda conforme o Dieese, o cálculo levou em conta dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), ambos do Ministério do Trabalho. Além disso, também foram consideradas informações da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), da Previdência Social e da Secretaria Nacional do Tesouro (STN).

Comércio otimista

Para os comerciantes e lojistas da capital baiana, o pagamento do 13º salário é visto como um grande desafogo, uma vez que o segmento, ao longo ano, não teve vendas significativas, principalmente pelo fato de o país ainda estar saindo, mesmo que timidamente, de uma recessão. Contudo, para esse período natalino, as expectativas de vendas, em comparação ao mesmo período do ano passado chegam a 6%.

“Além do crescimento, temos a perspectiva de criação de mais de três mil empregos temporários”, afirmou o presidente da Câmara dos Dirgentes Lojistas (CDL) de Salvador, Alberto Nunes. De acordo com ele, esta é uma época em que os clientes levam muito em conta a questão dos presentes e a gratificação natalina é muito utilizada para isso. Dentre os itens que devem ser mais visados estão vestuário, alimentos, decoração, perfumaria, entre outros.

 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br