Galeria de fotos

Não perca!!

Economia

Pólo Acrílico da Basf (Foto: Carol Garcia/GOVBA)
Pólo Acrílico da Basf (Foto: Carol Garcia/GOVBA)

Novas empresas com alto poder competitivo e integradas a rede de produção e distribuição baiana. São esses resultados positivos que reforçam a permanência de antigas empresas e atração de novos investimentos através da terceira geração da indústria petroquímica que está crescendo no Polo Industrial de Camaçari. Idealizada há 35 anos, a integração e o adensamento das cadeias produtivas no Polo, consolida-se com a implantação do Polo Acrílico da Basf, que obtém matéria prima da Braskem, fabrica um polímero superabsorvente e fornece para a Kimberly Clark, que produz, na sua unidade de Camaçari, fraldas, absorventes e papel higiênico.

Além do polímero, parte da celulose utilizada pela Kimberly também é baiana, produzida pela Fibria e Suzano, no sul do estado. Juntas, Kimberly e Basf são responsáveis por quase dois mil empregos diretos e indiretos na região de Camaçari. A sequência positiva segue com o escoamento da produção baiana da Kimberly Clark no Nordeste por meio de caminhões. Gerente da planta, Marcelo Zenni, afirma que a localização estratégica facilita e reduz os custos.

Essa oxigenação e fortalecimento industrial são creditados ao bom relacionamento e a segurança institucional oferecidos pelo Estado. O Superintendente de Atração de Investimentos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Paulo Guimarães explica que os incentivos fiscais são oferecidos por meio dos programas Pró-Bahia e Desenvolve. "Nossos programas são muito abrangentes e permitem que tenhamos condições de oferecer alguns dos melhores incentivos do país. O Governo do Estado também dispõe de áreas em diversas regiões que são vendidas a um custo muito mais baixo do que o setor privado", informa Guimarães.

O Superintendente ressalta ainda o apoio institucional que o Estado oferece, em todo o processo de implantação da empresa. Existe um acompanhamento que segue do licenciamento ambiental, resolução de problemas logísticos, de infraestrutura, energia e segue até a apresentação da empresa aos bancos de fomento para que possa conseguir financiamento para seus projetos. A infraestrutura também é apontada como um dos fatores para atração desses investimentos, a exemplo da duplicação do sistema da BA-093, da Via Parafuso, e agora, duplicação da Cascalheira.

Na avaliação do Estado, o cenário segue favorável para a diversificação das cadeias produtivas e consolidação do Polo como oportunidade. "Temos novos investimentos sempre chegando. Nos últimos anos, após a implantação da Basf, a Kimberly já aumentou sua capacidade, o Boticário vem aumentando sua capacidade desde a sua implantação, a Ford, a Bridgestone e a Continental também cresceram. Isso significa que aquele ambiente de negócios ali é muito favorável seja para o mercado local, nacional ou para exportação. Com os projetos que o Governo do Estado tem de melhorias portuárias e rodovias, o Polo também vai crescer, à medida em que a economia brasileira comece a melhorar", destaca Paulo Guimarães.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 
Banner

Publicidade

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br