Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Curiosidades

Moradora de Sap Paulo recebeu pacote com sementes misteriosas após compra em site chinês (Foto: Reprodução | TV TEM)
Moradora de Sap Paulo recebeu pacote com sementes misteriosas após compra em site chinês (Foto: Reprodução | TV TEM)

Secretaria de Agricultura foi acionada para auxiliar moradores. Há pelo menos 36 notificações do problema no Brasil.

A Secretaria de Agricultura do Distrito Federal (Seagri-DF) registrou duas denúncias de moradores de Brasília que receberam sementes misteriosas após realizarem compras pela internet. Nessa terça-feira (29), o Ministério da Agricultura divulgou que há 36 notificações do problema, em oito unidades da federação.

No Brasil, o caso começou quando pessoas que fizeram compras pela web receberam, junto com a encomenda, algumas sementes. A ocorrência passou a ser apurada pelo governo federal, que identificou que a origem das embalagens é de países asiáticos, como China e Malásia.

Os chineses, no entanto, negam o envio e falam que as embalagens foram fraudadas. Até o momento, segundo o Ministério da Agricultura, há registros do problema em Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Rio Grande do Sul, Goiás, Rondônia, Pernambuco e Bahia.

Sementes no DF

O gerente de sanidade vegetal da Secretaria de Agricultura do Distrito Federal, Karlos Edward Rodrigues de Santana, explica que uma das denúncias foi atendida por telefone e a outra por e-mail. De acordo com ele, não há informações sobre o endereço das possíveis vítimas.

Santana explica que a orientação repassada pela pasta é de que o Ministério da Agricultura deve ser acionado.

"Como essa parte de envio de sementes de comércio internacional é vinculada ao ministério, a gente pede para que os usuários que receberem esse tipo de produto, nem que seja um brinde, o procurem direto", diz o gestor.

Karlos Edward Rodrigues de Santana ressalta que a Superintendência Federal de Agricultura (SFA) do Ministério da Agricultura está responsável pelo caso. Entretanto, ele informa que, caso a pessoa não possa levar as sementes até a superintendência, a secretaria pode prestar auxílio.

"O ministério está encaminhando as sementes para análise. Eles vão identificar qual é a espécie, se tem risco químico, sanitário e se há algum produto nelas", frisou.

Orientações

O Ministério da Agricultura alerta que a população deve ter cuidado nesse tipo de situação. De acordo com a pasta, a orientação é de que os pacotes com sementes não sejam abertos ou descartados, seja qual for o país de origem.

Todo o material recolhido por meio de denúncias serão analisados pelo Laboratório Federal da Defesa Agropecuária de Goiânia, que é referência no Brasil.

Problemas parecidos nos EUA e Canadá

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, em inglês) abriu uma investigação para apurar a chegada de diversos pacotes de sementes misteriosas vindos, em sua maioria, da China.

O USDA disse que identificou mais de uma uma dúzia de espécies de plantas. O que intriga as autoridades é que o produto chegou na casa de milhares de americanos sem ter sido comprado ou solicitado.

"O Serviço de Inspeção de Sanidade Animal e Vegetal do USDA (Aphis) está trabalhando em estreita colaboração com a Alfândega e Proteção de Fronteiras do Departamento de Segurança Interna, outras agências federais e departamentos estaduais de agricultura para investigar a situação", disse o departamento.

Os pacotes também foram recebidos no Canadá, onde o governo postou um alerta contra "sementes estrangeiras enviadas pelo correio da China ou Taiwan".

Veja também:

Mulher desconfia que gato tenha morrido ao comer plantas de sementes misteriosas

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br