Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Cidade

Durante a tarde, o governador Rui Costa (PT) visitou a fábrica e anunciou a ampliação da unidade (Foto: Gil Santos/Correio)
Durante a tarde, o governador Rui Costa (PT) visitou a fábrica e anunciou a ampliação da unidade (Foto: Gil Santos/Correio)

400 vagas agora durante obras, que vão durar 2 anos, e 142 depois

A ampliação da fábrica da Bridgestone, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, vai gerar 142 novos empregos na Bahia. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (30), pelo Governo do Estado e representantes da empresa. Serão dois anos de obras e nesse período outras 420 vagas serão geradas.

Durante a tarde, o governador Rui Costa (PT) visitou a fábrica e anunciou a ampliação da unidade. "Fica a nossa alegria, porque essa ampliação significa não só comemoração de mais empregos, significa que vamos ter essa fábrica por mais tempo. Ela sobreviverá mais anos, porque será mais competitiva do que é hoje", considerou. "Espero que a gente possa se qualificar para buscar investimentos de alta performance tecnológica".

Rui acrescentou que está buscando um substituto para a Ford, que fechou este ano a unidade em Camaçari. "Vamos agora em agosto fazer uma solenidade com retorno do funcionamento da Fafen, antiga Petrobras, que tinha fechado. E agora, rendada, volta a funcionar, o que é importante", destacou, afirmando que isso vai adensar mais o Polo.

Inaugurada em 2007, a planta da Bridgestone na Bahia emprega cerca de 900 colaboradores diretos e 400 indiretos, atualmente. A unidade produz pneus para veículos de passeio, caminhonetes e pick-ups, destinados ao mercado de equipamento original (montadoras), reposição e exportação. São 10,5 mil produtos por dia.

O presidente da empresa, Fábio Fossen, contou que após a ampliação a fábrica vai passar a produzir 12,9 mil pneus por dia. A área construída da empresa vai passar de 75 mil metros quadrados para 104 mil. O investimento será de R$ 700 milhões.

"É um investimento que a gente faz pensando no futuro. Os equipamentos que a gente está trazendo e o tipo de modenização que está fazendo. Tudo isso vai permitir que a gente faça pneu de alta performance", afirma. "A gente vai estar com fábrica preparada para veículos híbridos e elétricos no futuro. Preparamos a empresa para os próximos 10, 20, 30 anos na Bahia e contribuindo também para diminuir a pegada de carbono no mundo", afirmou.

A fábrica fica dentro do Poló Petroquímico de Camaçari. O prefeito Elinaldo Araújo (DEM) participou do anúncio oficial e agradeceu pelo investimento.

"Hoje, quando o mundo está assustado com a questão do desemprego, fico feliz de ter uma fábrica dentro da nossa cidade que vem crescendo e ampliando. Ela tem 900 empregos diretos e 400 indiretos, e agora vai ampliar o número de vagas", disse.

A fábrica e o governo estadual já assinaram um termo de compromisso para expansão da planta. Rui e o presidente da empresa ainda plantaram uma muda de Pau Brasil no jardim da fábrica para simbolizar a solidez da presença da Bridgestone no estado. Ato semelhante foi feito também quando a empresa fez dez anos na Bahia.

Demissões


A ampliação no número de postos de trabalho na fábrica da Bridgestone, em Camaçari, vai ajudar a amenizar o baque sofrido no começo deste ano, quando a montadora Ford encerrou as operações na Bahia e deixou 4 mil funcionários desempregados.

A Ford anunciou em 11 de janeiro que iria encerrar a produção de veículos em suas fábricas no Brasil, onde atuava desde 1919 – desde 2001 na Bahia. O anúncio pegou os funcionários de surpresa e houve protestos em várias unidades, inclusive em Camaçari.

Em maio, depois de muito imbróglio, discordâncias e até intervenção do Ministério Público do Trabalho (MPT), o processo de demissão dos funcionários da Ford foi concluído. Foram necessárias 33 rodadas de negociação até que o Plano de Demissão Incentivada (PDI) fosse aprovado em assembleia pelos trabalhadores.

A montadora e funcionários chegaram a um acordo coletivo que garantiu indenizações individuais de no mínimo R$ 130 mil para cada um dos desempregados.  A proposta foi similar à negociada com empregados da unidade de Taubaté (SP), cerca de um mês antes.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br