Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Cidade

População denuncia dificuldade na hora de marcar exames (Foto: Reprodução | Maps)
População denuncia dificuldade na hora de marcar exames (Foto: Reprodução | Maps)

Conseguir marcar um exame se tornou um verdadeiro calvário para os moradores de Camaçari. O problema começou há quatro meses, quando a Secretaria de Saúde de Camaçari resolveu instalar um novo modelo de regulação, implantando uma fila virtual na tentativa de agilizar o atendimento aos moradores.

O programa obteve êxito em acabar com as filas presenciais, não se vê mais pessoas amanhecendo nas filas dos postos de saúde para conseguir marcar uma consulta. A dificuldade é que para resolver um problema, a prefeitura criou outro ainda maior, é o que garante o vereador Marcelino (PT).

“Eles copiaram esse sistema do Rio de Janeiro, onde o usuário marca o exame no posto e espera receber através de um SMS, os dados com a data, o local e a hora de seu atendimento. O problema é que faz quatro meses que o povo está fazendo o cadastro no sistema e não está sendo chamado para fazer o atendimento”, lamentou.

Marcelino pontua que, em conversa com o secretário de saúde, Elias Natan, foi informado que existe uma fila de espera com mais de cinco mil pessoas para exames de ultrassonografia e mais de quatro mil para transvaginais, ambos considerados importantes exames preventivos e de rastreio de doenças pelo Ministério da Saúde.

“Esse tipo de marcação é um problema. Se a pessoa perde o telefone, não sabe utilizar, ou o atendente não anota direito o número, ela fica sem atendimento. Não dá mais para ir no posto cobrar; eles dizem que existe essa fila e que só resta esperar. O problema é que tem gente com problema grave de saúde, e que não pode ficar esperando. O prefeito firmou parcerias com várias clínicas privadas para agilizar o atendimento, mas a impressão que o povo tem é de que isso não está funcionando. A saúde em Camaçari passa por um problema grave”, desabafou Marcelino.

O vereador Jackson (PT) afirma que a Saúde em Camaçari está na UTI. “Outro dia recebi uma senhora que está tentando, há quatro meses, desde quando o novo sistema foi implantado, agendar uma mamografia. Há dois meses tivemos o Outubro Rosa, e isso é para mostrar o nível de dificuldade para alguém conseguir um exame no município. Acabamos de sair do Novembro Azul e, em Camaçari, não se faz uma biópsia da próstata”, lamentou o parlamentar.

Segundo o petista, o prefeito Elinaldo (DEM) está promovendo uma série de reformas nos postos de saúde, sem antes oferecer uma estrutura mínima para seu funcionamento.

“O prefeito Elinaldo (DEM), nos três anos de sua gestão, sempre teve uma receita superavitária. É mais de um bilhão. Sabemos que o país está passando por uma grave crise, mas o município de Camaçari tem um diferencial. Temos algo que 90% dos municípios não têm, que é um Polo Petroquímico. Ele está pintando os postos de saúde, fazendo reformas. Mas o cidadão vai no posto e não encontra nem médico e nem remédio. Adianta reformar? Ele prometeu entregar um Hospital Municipal e uma Maternidade nessa gestão, mas já veio a público afirmar que não vai dar... É uma gestão que promete e não cumpre”, lamentou Jackson.

O líder do governo na Câmara Municipal de Camaçari, o vereador Zé do Pão (PTB), afirmou que o prefeito Elinaldo encontrou “uma cidade totalmente destruída”.

“Os mandatos de 12 anos do Partido dos Trabalhadores prejudicaram o povo e a cidade de Camaçari. Hoje nós temos várias Unidades Básicas de Saúde (UBS) e postos de saúde reformados. Pegamos 40 postos sem condição nenhuma de funcionamento. Tivemos que refazer mobília, trocamos o maquinário para dar condições de trabalho aos médicos. A saúde é um problema no país, na Bahia e também em Camaçari”, pontuou o líder do governo.

O vereador cita parcerias da Prefeitura de Camaçari com o Governo do Estado para resolver o problema na área da saúde.

“Criamos um Centro de Atenção à Saúde da Criança, que é uma das melhores estruturas para as crianças em nossa cidade, e que ganha de muitas clínicas privadas do município. O prefeito Elinaldo tem buscado parcerias com o Governo do Estado. Para se ter ideia, na última semana nós inauguramos uma UBS e um CAPS (Centro de Atenção Psicossocial),para atender ao povo de Camaçari. Temos um investimento de 300 milhões, é 15% da receita que o prefeito gasta com a saúde do município”, destacou Zé do Pão.

O vereador Vaninho da Rádio (DEM) destaca os investimento da Prefeitura de Camaçari na melhoria da saúde no município. “O prefeito já requalificou 90% das unidades de Saúde. Nos últimos anos, nós chegamos a ter uma inauguração de unidade de saúde por mês. E se criou em Camaçari um fato inédito para o país, que é a criação de uma Unidade de Pronto Atendimento Pediátrica (UPA), para crianças de 0 a 12 anos do município, com várias especialidades”, destacou o parlamentar.

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br